Covid-19: Brasil registra 3.251 mortes, novo recorde em 24 horas

Redação Notícias
·1 minuto de leitura
Freshly dug graves are exposed at the Campo da Esperanca cemetery in Brasilia, Brazil, Tuesday, March 23, 2021. The nation had an average of 2,235 deaths a day last week, the highest since the beginning of the COVID-19 pandemic. (AP Photo/Eraldo Peres)
Cemitério Campo da Esperança, em Brasília, no dia 23 de março de 2021 (AP Photo/Eraldo Peres)

O Brasil registrou 3.251 novas mortes pelo novo coronavírus e 82.493 casos da doença nesta terça (23). Com isso, o total de mortos chegou a 298.676 e o de casos a 12.130.019, de acordo com o painel atualizado pelo Conass (Conselho Nacional dos Secretários de Saúde), um sistema próprio de informações que reúne dados de contaminados e de óbitos em contagem paralela à do governo.

O número de 3.251 mortes em um período de 24 horas é a maior marca da pandemia até aqui e a primeira vez que o Brasil passa de 3 mil mortes em um único dia. O recorde anterior era da última terça (16), quando foram registrados 2.841 óbitos.

Na segunda (22), o país tinha 294.425 mortes e 12.047.526 casos confirmados de Covid-19, de acordo com o conselho.

Prezando pela confiabilidade nas informações, o Yahoo Brasil passou a adotar como padrão, desde 8 de junho, os dados estatísticos divulgados pelas secretarias estaduais de Saúde através do Conass, e não mais os números apresentados pelo Ministério da Saúde.

Os dados do Conass também viraram referência para o Congresso Nacional, que abandonou a contagem do Ministério da Saúde. A decisão foi anunciada pelo então presidente do Senado, Davi Alcolumbre, no início de junho de 2020.