Covid-19: Brasil tem novo recorde de mortes em 24h, com 1.641

Redação Notícias
·1 minuto de leitura
RIO DE JANEIRO, BRAZIL - JANUARY 07: Gravediggers carry a coffin of a Covid-19 victim at the Sao Francisco Xavier cemetery on January 7, 2021 in Rio de Janeiro, Brazil. Brazil has registered over 7.8 million confirmed cases of the virus since the pandemic began, while the official death toll from COVID-19 is nearing 200,000, the second highest in the world. (Photo by Andre Coelho/Getty Images)
Funcionários transportam o caixão de uma vítima de Covid-19 no Cemitério São Francisco Xavier, no Rio de Janeiro, no dia 7 de janeiro de 2021 (Andre Coelho/Getty Images)

O Brasil registrou 1.641 novas mortes pelo novo coronavírus e 59.925 casos da doença nesta terça (2). Com isso, o total de mortos chegou a 257.361 e o de casos a 10.646.926, de acordo com o painel atualizado pelo Conass (Conselho Nacional dos Secretários de Saúde), um sistema próprio de informações que reúne dados de contaminados e de óbitos em contagem paralela à do governo.

Até o momento, o pior dia da pandemia no Brasil segundo os dados do Conass tinha acontecido em 29 de julho de 2020, quando o país registoru 1.595 mortes em um único dia.

Na segunda (1º), o país tinha 255.720 mortes e 10.587.001 casos confirmados de Covid-19, de acordo com o conselho.

Prezando pela confiabilidade nas informações, o Yahoo Brasil passou a adotar como padrão, desde 8 de junho, os dados estatísticos divulgados pelas secretarias estaduais de Saúde através do Conass, e não mais os números apresentados pelo Ministério da Saúde.

Os dados do Conass também viraram referência para o Congresso Nacional, que abandonou a contagem do Ministério da Saúde. A decisão foi anunciada pelo então presidente do Senado, Davi Alcolumbre, no início de junho de 2020.