COVID-19 continua avançando e chega a mais de 640 mil casos no Brasil

Fidel Forato

Com base nas informações compartilhadas pelas secretárias de saúde dos estados nesta sexta-feira (5), o Brasil registra 643.766 casos do novo coronavírus (SARS-CoV-2), sendo que 28.825 pessoas com a COVID-19 foram registrados nas últimas 24h, conforme levantamento feito pelo G1. Na quinta (4), eram 614.941 contaminados.

O Brasil contabiliza 35.033 mortes em decorrência da infecção respiratória, sendo 1.012 novos registros nas últimas 24h — isso não significa que os óbitos ocorreram, de fato, de ontem para hoje. Além disso, a taxa de letalidade — o número de fatalidades por quantidade de casos confirmados — está em cerca de 5,4%. Ontem, eram 34.021 mortos.

Casos do novo coronavírus no Brasil crescem em escalada (Foto: reprodução/ Asian Times)

Atualmente, o Brasil é a segunda nação, no mundo, em número de casos totais da COVID-19 e está atrás somente dos Estados Unidos, com 1,9 milhão de casos, segundo dados levantados pela plataforma Worldometers. Quanto ao número de óbitos, o Brasil ocupa o terceiro lugar global. Fica atrás apenas do Reino Unido (40,2 mil) e dos EUA (111,1 mil). No mundo todo, já são 6,8 milhões de contaminados, sendo 396 mil mortos, de acordo com o mesmo site.

COVID-19 no Brasil

Desde fevereiro quando o primeiro caso de coronavírus foi confirmado no Brasil, o maior número de notificações da COVID-19 está concentrada no estado de São Paulo, que registra 134.565 casos confirmados e 8.842 mortes. Já o segundo estado com mais casos e óbitos pela nova infeção respiratória é o Rio de Janeiro, com 63.066 positivos e 6.473 mortes. Na terceira posição está o estado do Ceará, com 62.176 casos e 3.907 mortes, conforme as respectivas secretárias de saúde divulgaram hoje (5).

Além destes estados, Pará, Amazonas, Pernambuco, Maranhão, Bahia, Espírito Santo, Paraíba, Alagoas, Distrito Federal, Minas Gerais, Amapá, Rio Grande do Sul e Santa Catarina também registram mais de 10 mil casos confirmados da infecção respiratória. São, pelo menos, 16 estados nessa situação.

Ações contra o vírus

O Ministério da Saúde anunciou hoje que 7.774 leitos de UTI exclusivos para pacientes da COVID-19 foram habilitados desde o início de abril na rede pública da saúde. "Essa ação fortalece o SUS e ajuda a atender as demandas das pessoas menos protegidas no interior do país também. A habilitação de leitos dá celeridade no nosso objetivo maior, que é salvar vidas, e nos permite ter um mínimo de infraestrutura necessária em leitos de UTI para cuidar corretamente dessas pessoas", destacou o Secretário de Atenção Especializada à Saúde, Luiz Otávio Franco Duarte.

O ministério também alimenta uma plataforma própria com a evolução da COVID-19 e gráficos comparativos sobre o aumento de casos da doença em cada estado do país. A atualização é diária, mas nos últimos três dias o sistema não foi atualizado em horário fixo. Para acessar, clique aqui.

Fonte: Canaltech