Covid-19: especialistas alertam para retomada epidêmica na França

A poucos dias da chegada do verão no hemisfério norte, as contaminações dobraram nos últimos 15 dias na França, de acordo com dados publicados pelo Ministério da Saúde. O número de casos passou de cerca de 18 mil infecções diárias no final de maio para mais de 50 mil testes positivos declarados nas últimas 24 horas, segundo a Santé Publique France, a agência de vigilância sanitária francesa.

Em nível nacional, a taxa de incidência é de cerca de 400 casos por 100 mil habitantes — o dobro da semana anterior, de acordo com a agência francesa. Os dados mostram que uma nova onda da Covid-19 está começando no país, provocada principalmente pelas novas subvariantes da ômicron, a BA.4 e a BA.5, responsáveis pela recente alta de infecções em Portugal.

A tendência é similar em outros países do continente, observa o epidemiologista Antoine Flahault, diretor do Instituto de Saúde Global da Universidade de Genebra.

O impacto nos hospitais ainda é incerto e atualmente o número de pacientes hospitalizados e nas UTIs continua diminuindo na França. A porta-voz do governo francês, Olivia Grégoire, disse na semana passada que o Executivo continua "vigilante". As duas subvariantes da ômicron são entre 10 e 15% mais contagiosas, mas aparentemente não provocam uma doença mais grave do que as anteriores.

Na próxima quarta-feira (22), durante o Conselho de Ministros, serão anunciadas as medidas que serão mantidas após o fim do estado de emergência sanitária, prevista para o dia 31 de julho.

(RFI e AFP)


Leia mais

Leia também:
"Não sabemos o que nos espera", diz diretor-geral da OMS sobre Covid-19
Agência Europeia analisa vacina contra Covid-19 para crianças de seis meses a cinco anos
Covid-19: casos aumentam, mas França pode ser poupada de nova onda

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos