Covid-19: Fundação Tide Setubal destina R$ 1,5 milhão para empreendedores das periferias; saiba como participar

·2 minuto de leitura
Jacarezinho contra o corona, uma das iniciativas apoiadas pelo Matchfunding Enfrente (Foto: Divulgação)
Jacarezinho contra o corona, uma das iniciativas apoiadas pelo Matchfunding Enfrente (Foto: Divulgação)
  • A Fundação Tide Setubal destinará recursos a 150 projetos de microempreendedores das periferias que precisam de aporte financeiro para se desenvolverem após os impactos da pandemia de Covid-19

  • Essas iniciativas devem ser comandadas por pessoas que gerenciem seus negócios em territórios de vulnerabilidade socioeconômica e precisam ter um orçamento de até R$ 15 mil cada uma

  • As inscrições vão até a próxima segunda-feira (31)

A Fundação Tide Setubal destinará recursos a 150 projetos de microempreendedores das periferias que precisam de aporte financeiro para se desenvolverem após os impactos da pandemia de Covid-19. As inscrições vão até a próxima segunda-feira (31).

Essas iniciativas devem ser comandadas por pessoas que gerenciem seus negócios em territórios de vulnerabilidade socioeconômica e precisam ter um orçamento de até R$ 15 mil cada uma.

Leia também

Por meio da Matchfunding Enfrente Geração de Trabalho e Renda, a iniciativa destinará R$ 1,5 milhão no total para que projetos periféricos de todo o Brasil continuem gerando empregos e renda na pandemia. 

A plataforma de financiamento coletivo tem parceria com a Benfeitoria e pode ser acessada aqui: https://benfeitoria.com/enfrente. Para que os recursos cheguem mais rapidamente às iniciativas, o período de curadoria e seleção dos inscritos foi encurtado.

Por este motivo, podem se inscrever até a próxima segunda-feira, 31 de maio, as iniciativas que mostrem alternativas para a geração de emprego e renda dentro das suas iniciativas nos territórios de vulnerabilidade social. 

Serão selecionadas cerca de 150 iniciativas com meta mínima de arrecadação de R$ 15 mil em um mês, dos quais R$ 5 mil devem ser arrecadados via financiamento coletivo na plataforma e R$ 10 mil serão financiados via aporte do Fundo Colaborativo Enfrente. 

“A instituição decidiu investir agora em iniciativas lideradas por empreendedores como alternativa para os impactos negativos da pandemia. Depois da fase emergencial, entendemos que a pandemia demoraria a passar e os graves problemas ficariam. Precisamos investir na retomada da sustentabilidade econômica dos territórios”, diz Wagner Silva, coordenador de apoio e fomento a agentes e causas na Fundação Tide Setubal.

Catadores vencendo a Covid, uma das iniciativas apoiadas pelo Matchfunding Enfrente (Foto: Divulgação)
Catadores vencendo a Covid, uma das iniciativas apoiadas pelo Matchfunding Enfrente (Foto: Divulgação)

A seleção dos projetos

Os projetos serão selecionados em duas etapas, na primeira e na segunda quinzenas de junho. A partir da seleção da primeira onda de projetos, ainda em junho, as campanhas já começam a ir para o ar para a arrecadação pública na plataforma.

O Matchfunding Enfrente foi lançado em outubro de 2019, com o objetivo de arrecadar recursos financeiros para iniciativas periféricas que promovem o enfrentamento às desigualdades e a solução de problemas de e para as periferias

Foi atualizado em 2020, devido à pandemia, e agora o Matchfunding Enfrente Geração de Trabalho e Renda contribui para o desenvolvimento de microempreendedores das periferias no contexto da pandemia. 

Em três editais já lançados, o canal Enfrente beneficiou 281 iniciativas e movimentou mais de R$ 8,6 milhões, obtidos pelo apoio de mais de 14 mil colaboradores e do Fundo Colaborativo Enfrente.

O financiamento coletivo contará com recursos da Fundação Tide Setubal e dos parceiros Instituto Galo da Manhã, Fundação Arymax e Instituto Humanize, que compõem o Fundo Colaborativo Enfrente desta edição.