Covid-19: Idoso tem perna fraturada e precisará passar por cirurgia após pedir para homens usarem máscaras

Redação Notícias
·3 minuto de leitura
Idoso foi agredido por pedir pelo uso de máscaras (Foto: Getty Images)
Idoso foi agredido por pedir pelo uso de máscaras (Foto: Getty Images)

Um idoso de 62 anos ficou gravemente ferido após ser agredido por pedir para dois homens utilizarem máscaras de proteção contra a Covid-19. O caso aconteceu em Campinas e foi relatado nesta segunda-feira pela EPTV, afiliada da TV Globo na região.

Edmundo Conceição Santos estava em uma mercearia no bairro São Judas Tadeu, na noite de domingo, conversando com o dono do estabelecimento, quando dois homens entraram no local sem máscara.

Leia também:

O idoso pediu que eles colocassem a proteção, um bate-boca teve início e Edmundo acabou agredido. Ele sofreu uma fratura no fêmur, foi encaminhado a um hospital da região e precisará passar por cirurgia. Também bateu a cabeça e teve escoriações pelo corpo.

"Foi agredido só porque pediu para usar máscara. Aí esse cara veio, agrediu, quebrou o fêmur. Precisa fazer alguma coisa, não pode deixar agredir uma pessoa de idade, quebrar o fêmur, por pedir para usar uma máscara. Hoje em dia, a crueldade está assim. Tem que fazer justiça", disse uma testemunha.

Segundo relatos de presentes, Edmundo foi atingido por socos e pontapés. Agora, precisa ser operado justamente no momento em que a Covid-19 vive seu pico no Brasil. A situação preocupa a família, uma vez que o idoso já apresentou problemas de saúde nos últimos tempos.

Edmundo precisou ser levado pelo resgate a um hospital da região - Foto: Reprodução/EPTV
Edmundo precisou ser levado pelo resgate a um hospital da região - Foto: Reprodução/EPTV

"Estamos esperando uma notícia, o médico disse que ele vai ter de fazer uma cirurgia de urgência. Infelizmente, meu pai é um idoso de 62 anos, que tem problemas de saúde, foi covardemente agredido. A dor que a gente está sentindo agora, a gente não deseja para ninguém", declarou a filha de Edmundo, Lucimar.

A família informou que registrará um Boletim de Ocorrência por agressão contra esses dois homens, que fugiram do local e não foram localizados pela polícia.

Em SC, homem foi morto ao exigir máscaras de clientes

Os casos de violência têm se tornado comuns para pessoas que exigem a utilização de máscaras contra a Covid-19. Em Santa Catarina, o comerciante Daniel Pereira Santos, de 24 anos, foi morto em Itapema na noite da última segunda-feira (22). O crime teria acontecido depois de Daniel se negar a atender três clientes que estavam sem máscara em um supermercado.

Em Santa Catarina, rapaz foi assassinado (AP Photo/Silvia Izquierdo)
Em Santa Catarina, rapaz foi assassinado (AP Photo/Silvia Izquierdo)

Segundo informações do portal UOL, a ocorrência foi registrada no 12º Batalhão de Polícia Militar. A corporação confirmou que o assassinato aconteceu depois de uma discussão sobre as medidas sanitárias no estado.

À polícia, a mãe da vítima relatou que, horas antes do crime, o suspeito e outras duas pessoas tentaram entrar no supermercado sem máscara. Daniel teria pedido para que eles saíssem, porque o comércio da família poderia ser multado por permitir clientes sem o equipamento de proteção.

O suspeito ficou irritado, teria voltado com uma arma e atirado várias vezes contra o jovem de 24 anos.

Daniel chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros e foi levado para Hospital Santo Antônio de Itapema. Ele morreu ao dar entrada na unidade de saúde.