Covid-19: Índia monitora casos de nova cepa chamada "Delta plus"

·4 minuto de leitura
NEW DELHI, INDIA - JUNE 21: Non-Covid patients, not adhering to social distancing norms, wait in a long queue for OPD services at G B Pant Hospital, on June 21, 2021 in New Delhi, India. (Photo by Arvind Yadav/Hindustan Times via Getty Images)
O Ministério da Saúde indiano aconselhou que os estados onde a variante foi identificada a reforcem suas medidas de segurança contra a Covid-19 (Foto: Arvind Yadav/Hindustan Times via Getty Images)
  • Uma nova cepa do coronavírus, derivada da variante Delta, preocupa as autoridades da Saúde da Índia

  • Chamada de "Delta plus", a nova variação do vírus já foi indentificada em 22 pacientes infectados com a Covid-19 no país

  • A variante Delta já foi relatada em 80 países e é considerada uma "variante preocupante" por impulsionar uma segunda onda de infecções; já a Delta plus foi encontrada em nove outros países

Uma nova cepa do coronavírus, derivada da variante Delta, preocupa as autoridades da Saúde da Índia. Chamada de "Delta plus", a nova variação do vírus já foi indentificada em 22 pacientes infectados com a Covid-19 no país.

Os efeitos da nova cepa no organismo dos infectados ainda está sendo estudado. Porém, o Ministério da Saúde indiano aconselhou que os estados onde a variante foi identificada a reforcem suas medidas de segurança contra a Covid-19.

Leia também:

Dos 22 casos, segundo o secretário Rajesh Bhushan, 16 deles estão concentrados em apenas três estados indianos. São eles:

  • Maharashtra

  • Kerala

  • Madhya Pradesh

Segundo o jornal Valor Econômico, ele quis amenizar a situação, dizendo que os casos parecem “bastante pequenos em termos de números”. 

"Não queremos que assuma proporções significativas", disse o secretário Rajesh Bhushan, de acordo com o jornal Valor Econômico.

Variante Delta

A variante Delta já foi relatada em 80 países e é considerada uma "variante preocupante", segundo autoridades de Saúde, por impulsionar uma segunda onda de infecções na Índia. 

Já a Delta plus, considerada uma variante para ser monitorada, foi encontrada na Índia e em nove outros países. Segundo o secretário de Saúde, são eles:

  • Estados Unidos

  • Reino Unido

  • Portugal

  • Suíça

  • Japão

  • Polônia

  • Nepal

  • China

  • Rússia

Variante indiana no Brasil

No final de maio deste ano, a Secretaria de Saúde do Maranhão confirmou os primeiros casos da variante indiana do coronavírus no Brasil. Os infectados com a chamada "B.1.617.2" são tripulantes do navio MV Shandong da Zhi, que veio da África do Sul e está ancorado no litoral do estado nordestino.

Essa variante, que não é a chamada Delta plus, foi identificada em ao menos cinco estados brasileiros.

No mesmo mês, o Governo de São Paulo definiu o Hospital Geral de Guaianases, na periferia da Zona Leste da capital, como unidade de referência para atendimento a pacientes com a variante indiana do coronavírus. O centro médico foi escolhido por estar próximo do Aeroporto Internacional de Guarulhos e por questões técnicas.

SAO PAULO, April 2, 2020.Photo taken on April 1, 2020 shows a view of Congonhas Airport which has most of its flights cancelled during the COVID-19 outbreak in Sao Paulo, Brazil. Brazil on Wednesday reported the number of people who have tested positive for COVID-19 rose from 5,717 to 6,836, with the death toll rising from 201 to 240, registering a 3.5-percent mortality rate. (Photo by Rahel Patrasso/Xinhua via Getty) (Xinhua/ via Getty Images)
Até o momento, essa variante só foi identificada no Rio de Janeiro, mas não há como precisar que a variante tenha surgido no estado. A informação foi divulgada pela CNN (Foto: Rahel Patrasso/Xinhua via Getty)

Nova variante é identificada no Rio de Janeiro

Nesta terça-feira (22), a Secretaria estadual de Saúde do Rio de Janeiro confirmou uma nova variante da Covid-19 no estado denominada P.5. O novo caso foi identificado em um paciente do município de Porto Real, no sul fluminense, após uma coleta de rotina. A pessoa não tem mais a doença.

Até o momento, essa variante só foi identificada no Rio de Janeiro, mas não há como precisar que a variante tenha surgido no estado. A informação foi divulgada pela CNN.

“Vamos avaliar o impacto de virulência. Ela não me parece ser agressiva. O paciente está bem, em casa e a SES não tem informação se ele contraiu o vírus em viagem”, disse o secretário Alexandre Chieppe.

O sequenciamento genético da nova linhagem, denominada P.5, foi feito há cerca de um mês pelo Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC) e reconhecido como nova variante nesta semana.

People enroll their names to be administered the Covaxin COVID-19 vaccine during a special vaccination drive at Shadnagar, about 45 kilometers from Hyderabad, India, Thursday, June 17, 2021. (AP Photo/Mahesh Kumar A.)
A nova variante P.1, que surgiu no Brasil, representa 80,7% dos casos de covid-19 no estado do Rio de Janeiro, de acordo com levantamento da Rede Ômica (Foto: AP Photo/Mahesh Kumar A.)

Seis pessoas infectadas pela nova linhagem

Segundo a Rede Corona Ômica, de observação da covid-19, seis pessoas já foram infectadas pela nova linhagem no estado do Rio de Janeiro, sendo cinco em Porto Real e um em Barra Mansa, municípios próximos.

"Nós estamos reanalisando os bancos de genomas disponíveis publicamente para sabermos exatamente o quão dispersa ela está, mas resultados iniciais indicam que ela ainda possui frequência bem baixa no estado", disse à CNN a pesquisadora Alessandra Lamarca, do laboratório de bioinformática do LNCC.

Ela afirmou também que o genoma passará por uma nova análise e que ainda é cedo para dizer se esta nova variante é mais ou menos transmissível ou se tem impactos mais fortes no organismo dos infectados.

"Mas como ela possui algumas mutações de interesse, nós estamos monitorando com atenção", afirma a pesquisadora.

A nova variante P.1, que surgiu no Brasil, representa 80,7% dos casos de covid-19 no estado do Rio de Janeiro, de acordo com levantamento da Rede Ômica.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos