Covid-19: Máscara regressa a aviões e aeroportos do Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa, decidiu reimpor, a partir desta sexta-feira, o uso de máscara em aviões e aeroportos em todo o Brasil. Decisão tomada devido ao aumento de casos de COVID-19 no país. A utilização de proteção facial tinha sido já obrigatória entre 2020 e 17 agosto de 2022.

"(...) Diante dos dados epidemiológicos atuais, que indicam aumento no número de casos de Covid-19 na população brasileira, a Diretoria Colegiada entendeu ser necessária a retomada da obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção facial em aeroportos e aeronaves, de modo a conter a disseminação da doença na população que utiliza esses ambientes, seja para trabalho ou para locomoção".

Há exceções a esta obrigatoriedade como é o caso de pessoas autistas, com deficiência intelectual, deficiências sensoriais ou outras que impossibilitem um uso adequado de máscara e crianças com menos de três anos de idade.

Máscara regressa a São Paulo

As autoridades locais de São Paulo seguem o mesmo rumo, em relação aos transportes públicos, e a partir deste sábado.

"Circulam atualmente diversas subvariantes da variante Ômicron, ainda com predominância da subvariante BA.5 e crescimento progressivo da casos relacionados à subvariante BQ1".

Dados oficiais dão conta de um aumento de 156% no número de internamentos, mais de 97% em unidades de cuidados intensivos, neste estado. Uma média diária de mais de 400 pessoas a darem entrada nos hospitais.

O governo do Estado paulista concorda e recomenda aos restantes municípios deste estado que tomem medida idêntica.