Covid-19: mais de 60% dos chineses desistem de viajar no feriado do Dia do Trabalho

No primeiro dia de um fim de semana prolongado por causa do Dia do Trabalho, Pequim anunciou, neste sábado (30), que vai reforçar ainda mais as medidas de combate à Covid-19. Os chineses geralmente aproveitam essa época para viajar, mas, este ano, os planos de milhares de pessoas foram frustrados. Mais de 70 megalópoles estão confinadas ou semiconfinadas devido a uma explosão de contaminações.

Com informações de Stéphane Lagarde, correspondente da RFI em Pequim

Milhares de moradores deverão permanecer em suas casas devido ao surto mais grave no país desde que o vírus foi detectado, no fim de 2019, e da primeira onda da doença, no início de 2020. Com as drásticas restrições, poucos chineses viajarão neste fim de semana. O ministério dos Transportes prevê uma queda de 62% no número de viajantes para este feriado de 1º de maio.

Para combater a variante ômicron, que é muito contagiosa, as autoridades chinesas reforçaram a política "covid zero", que consiste em testes em larga escala e confinamentos assim que são detectados os primeiros casos.

Com o uso de megafones, as brigadas de saúde convocam a população de Pequim a se testar. Desde a semana passada, os 22 milhões de habitantes da capital chinesa estão sendo submetidos a uma campanha massiva de rastreio da doença: um teste de Covid-19 de dois em dois dias, medida que deve continuar durante as férias para quem quiser passear nos parques, locais turísticos e hotéis chineses.

Um teste negativo de menos de 48 horas será exigido para o retorno ao trabalho e à escola, se as aulas forem retomadas em cinco dias.


Leia mais

Leia também:
Decisão de separar crianças contaminadas por Covid-19 de seus pais gera indignação na China
Xangai anuncia primeiras mortes por ômicron e China não vai relaxar estratégia “zero covid”
Covid-19: alta de casos e temor de lockdown na China afetam mercado mundial

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos