Covid-19: Moradores do Rio relatam falta da vacina da Pfizer nos postos para todas as doses

·1 min de leitura

RIO — Moradores da cidade do Rio relatam falta da vacina da Pfizer para a segunda e a terceira doses em vários postos na manhã desta sexta-feira. De acordo com relatos em grupos nas redes sociais, a escassez já atinge pelo menos oito pontos de aplicação no município (veja lista abaixo).

Um deles é o Palácio do Catete, na Zona Sul, onde a equipe do GLOBO esteve nesta manhã. Muitos idosos que esperavam tomar o reforço hoje resolveram abandonar a fila. Por volta das 10h30, chegaram ao posto do Catete algumas doses do imunizante, que voltou a ser aplicado apenas para a terceira dose. A quantidade, no entanto, é pequena, insuficiente para atender toda a demanda do dia.

A escassez de vacinas não só da Pfizer, mas também das outras marcas, levou a prefeitura a anunciar nesta sexta-feira, durante a divulgação do boletim epidemiológico do município, a suspensão temporária da aplicação da terceira dose entre este sábado e a próxima quarta. Na ocasião, a Secretaria municipal de Saúde (SMS) garantiu, contudo, a distribuição da segunda dose (D2) durante esses dias.

Entretanto, no caso da Pfizer, o esgotamento afetou também a aplicação da D2 e já a partir desta sexta-feira, apesar do que disse a prefeitura. Em grupos nas redes sociais, moradores já avisam uns aos outros sobre a possível falta generalizada do imunizante da Pfizer no município.

Veja os postos onde foi relatada falta da vacina da Pfizer para a segunda e a terceira doses na manhã desta sexta-feira:

Palácio do CatetePalácio Duque de CaxiasHotel FairmontClínica da Família Rinaldo de LamareHospital Rocha MaiaJockey ClubPlanetário da GáveaCorpo de Bombeiros de Copacabana

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos