Covid-19: Mulher e filha grávida morrem em duas semanas; bebê é salvo

·2 minuto de leitura
Márcia e Isabel foram vítimas da Covid - Foto: Reprodução/Redes Sociais
Márcia e Isabel foram vítimas da Covid - Foto: Reprodução/Redes Sociais
  • Jornalista Márcia Caetano morreu na última quinta-feira, aos 60 anos

  • Duas semanas antes, ela havia perdido a filha, também vítima da Covid-19

  • Isabel Moura estava grávida e teve o bebê salvo graças a uma cesárea de emergência

Uma mulher de 60 anos morreu na última quinta-feira, vítima da Covid-19, apenas duas semanas depois de sua filha, que estava grávida, também perder a batalha contra o coronavírus. O bebê sobreviveu. O caso aconteceu em Campo Grande-MS.

De acordo com informações do UOL, a primeira a morrer foi Isabel Moura, de apenas 37 anos. Advogada e coach, ela estava grávida de 33 semanas quando apresentou os primeiros sintomas da Covid-19, no início de abril.

Leia também

Com o agravamento do quadro, a mulher precisou ser internada e, posteriormente, intubada. A equipe médica, então, decidiu realizar uma cesárea de emergência que salvou o bebê. Mas Isabel não chegou a conhecê-lo e morreu no último dia 29.

Durante a internação da filha grávida, Márcia Caetano viajou de Brasília para Campo Grande para cuidar dos outros dois netos. Especula-se que este tenha sido o momento em que também foi contaminada.

Mãe e filha se juntaram aos mais de 430 mil mortos pela Covid-19 (AP Photo/Bruna Prado)
Mãe e filha se juntaram aos mais de 430 mil mortos pela Covid-19 (AP Photo/Bruna Prado)

Assessora do deputado federal Aroldo Martins (Republicanos), Márcia seguiu os passos da filha e também precisou ser intubada após agravamento do caso. Sem evolução, teve o óbito confirmado na última quinta.

Márcia também morreu sem conhecer o neto recém-nascido. A mulher sequer ficou sabendo da morte da filha.

Brasil ultrapassa 430 mil mortes por Covid-19

Brasil registrou nesta quinta-feira 2.383 novas mortes em decorrência da Covid-19, o que eleva a 430.417 o total de vítimas fatais da doença no país, de acordo com números do Ministério da Saúde.

Também foram contabilizados 74.592 novos casos de coronavírus, com o total de infecções no país avançando para 15.433.989.