Covid-19: Niterói começa nesta quinta a vacinar adolescentes com comorbidades e deficiências permanentes

·1 minuto de leitura

A cidade de Niterói, na Região Metropolitana do Rio, vai iniciar, nesta quinta-feira, a vacinação de adolescentes com comorbidades e deficiências permanentes, desde que com indicação médica. O município será o primeiro do estado a imunizar contra a Covid-19 jovens de 12 a 17 anos. Os menores de idade receberão a vacina da Pfizer, a única com autorização para uso neste grupo no Brasil atualmente.

A vacinação acontecerá na Policlínica de São Lourenço e no drive-thru do Campus Gragoatá da Universidade Federal Flumminense. A aplicação das doses terá início com jovens de 16 e 17 anos. A cada semana, a Secretaria municipal de Saúde divulgará o cronograma de imunização deste público, já que o calendário depende da chegada de remessas de imunizantes enviadas pelo Ministério da Saúde.

A entrada para a vacinação nos dois postos destinados aos adolescentes será no período das 8h às 16h, e a imunização irá até as 17h. Quem tem 16 e 17 anos e possui alguma comorbidade ou deficiência permanente deve buscar um dos dois postos de vacinação e apresentar documento de identificação, CPF, comprovante de residência e laudo médico indicando a condição clínica e a indicação de aplicação do imunizante Pfizer.

Policlínica Regional Carlos Antônio da Silva – Avenida Jansen de Melo, s/nº, São Lourenço.

Drive-thru na Universidade Federal Fluminense – Campus Gragoatá, Rua Alexandre Moura, 8, São Domingos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos