Covid-19: o que se sabe até agora sobre a origem do vírus

·1 minuto de leitura
  • Vídeo compartilhado no Telegram engana ao dizer que vírus foi criado em laboratório

  • É mais provável que a doença tenha sido transmitida de um animal para os seres humanos, afirma estudo da OMS

  • Pesquisa feita pelos Estados Unidos sobre as origens do vírus é inconclusiva

Tem circulado nas redes sociais um vídeo em que um homem de forma enganosa diz que “foi comprovado que o vírus [da Covid-19] foi criado em laboratório”. A informação, contudo, é falsa. Não existem estudos conclusivos sobre a origem do SARS-CoV-2, muito menos que o vírus tenha sido criado em laboratório.

Vídeo compartilhado por usuários no Telegram afirma que o vírus transmissor da Covid foi criado em laboratório. Estudo da OMS classifica como
Vídeo compartilhado por usuários no Telegram afirma que o vírus transmissor da Covid foi criado em laboratório. Estudo da OMS classifica como "extremamente improvável" que o SARS-CoV-2 surgiu a partir de um incidente (Foto: Telegram/Reprodução)

De acordo com o relatório mais recente da Organização Mundial da Saúde (OMS), publicado em março de 2021, a origem do vírus ainda não foi descoberta, existem algumas hipóteses – mas a pesquisa classifica como “extremamente improvável” que o vírus tenha contaminado humanos a partir de um acidente em laboratório.

O documento é resultado do esforço de 34 especialistas que trabalharam em conjunto para identificar as origens do vírus. A missão incluiu uma viagem à cidade de Wuhan, na China, e visitas em hospitais, laboratórios e mercados de 14 de janeiro a 10 de fevereiro de 2021.

Leia também:

Além disso, foram feitas análises de amostras retiradas de fazendas que abastecem os mercados chineses e revisão de estudos realizados em diferentes países.

O documento de 120 páginas – assinado por epidemiologistas, veterinários, cientistas de dados, especialistas de laboratório e insegurança alimentar – analisou quatro cenários possíveis para o surgimento do vírus e com base nas evidências coletadas durante este período concluiu:

  • A principal probabilidade é que o vírus tenha sido transmitido de um bicho para seres humanos, esse animal poderia ser o morcego;

  • O documento classifica como “muito provável” que a transmissão tenha se dado por meio de um animal intermediário, que pegou a doença de um animal infectado e passou para o homem;

  • É “possível” que a transmissão tenha sido feita por alimentos ou embalagens de produtos contaminados;

  • É "improvável" que o vírus tenha surgido devido a um incidente no laboratório de Wuhan.

A pesquisa, no entanto, ainda deixa em aberto os principais questionamentos a respeito do surgimento do vírus e sua transmissão para os humanos. “Este relatório é um começo muito importante, mas não é o fim", disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom.

Relatório encomendado pelos Estados Unidos sobre a origem do coronavírus também é inconclusivo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos