Covid-19: OMS aprova uso emergencial da CoronaVac

·1 minuto de leitura
CoronaVac poderá ser utilizada em diversos países (AP Photo/Eraldo Peres)
CoronaVac poderá ser utilizada em diversos países (AP Photo/Eraldo Peres)
  • CoronaVac poderá ser distribuída em escala global com a decisão

  • Esta é a sexta vacina aprovada pela OMS

  • O imunizante é um dos três utilizados no Brasil contra a Covid-19

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou nesta terça-feira o uso emergencial da CoronaVac. O insumo é desenvolvido pelo laboratório chinês Sinovac e utilizado em grande escala no Brasil, onde é produzido em parceira com o Instituto Butantan.

Com a decisão da OMS, a CoronaVac pode, agora, ser comprada e incorporada à Covax Facility para distribuição global. Ela também abre espaço para que os brasileiros imunizados sejam liberados a viajar para outros países adeptos do passaporte de vacinação.

Leia também

A vacina é a sexta a ser aprovada pelo órgão e uma das três utilizadas no Brasil, ao lado das produzidas pela AstraZeneca/Oxford e pela Pfizer/BioNTech.

No início de maio, a OMS já havia aprovado o uso emergencial da vacina da Sinopharm. Anteriormente, os imunizantes aprovados pelo órgão eram os da Pfizer/BioNTech, Oxford/AstraZeneca, Johnson & Johnson e Moderna.

CoronaVac é uma das três vacinas utlizidas no Brasil - Foto: Getty Images
CoronaVac é uma das três vacinas utlizidas no Brasil - Foto: Getty Images

Análise da OMS

Antes da aprovação, a CoronaVac foi submetida a uma análise da OMS, que considerou o estudo do Instituto Butantan que mostram que a vacina previne casos de Covid-19 em 51% dos vacinados, além de casos graves da doença em 100% dos imunizados.

Diante destes números, o órgão considerou que a CoronaVac "atende aos padrões internacionais de segurança, eficácia e de fabricação" e que "seus requisitos de armazenamento fáceis a tornam muito gerenciável e particularmente adequada para cenários de poucos recursos".

A OMS recomendou que o imunizante seja aplicado em adultos de pelo menos 18 anos, dividido em duas doses a serem injetadas com espaçamento de duas a quatro semanas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos