Covid-19: OMS registra recorde de casos pelo terceiro dia consecutivo

·1 minuto de leitura
Paciente de covid-19 é atendido no hospital Oceânico em Niterói, Rio de Janeiro
Paciente de covid-19 é atendido no hospital Oceânico em Niterói, Rio de Janeiro

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou, neste domingo (25), que registrou um novo recorde mundial de casos de coronavírus pelo terceiro dia consecutivo no sábado.

Segundo as estatísticas mundiais da OMS, 465.319 casos foram confirmados no sábado, contra os 449.720 de sexta e 437.247 na quinta-feira.

De acordo com os dados da organização, já há mais de 42,6 milhões de casos confirmados de covid-19 no mundo e cerca de 1,15 milhão de mortos, incluindo 6.570 no sábado.

Quase metade dos novos casos de sábado foram registrados na região Europa da OMS, com um recorde de 221.898 em um dia. Quase nove milhões de casos foram registrados na região desde o início da pandemia.

O Hemisfério Norte está em um "momento crítico" da pandemia de covid-19, alertou na sexta-feira o chefe da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, dizendo que muitos países estão registrando um aumento exponencial dos casos.

"Estamos em um momento crítico da pandemia, principalmente no Hemisfério Norte", declarou.

"Muitos países enfrentam um aumento exponencial dos casos de covid-19 e isso faz com que os hospitais e as unidades de terapia intensiva (UTI) fiquem quase ou acima de sua capacidad e ainda estamos em outubro", acrescentou. 

Ghebreyesus estimou que "os próximos meses serão muito difíceis", em um momento em que "alguns países estão em um caminho perigoso".

rjm/spm/mc/bc/eg/aa