Covid-19: Para evitar contágio, RJ suspende visitas a pacientes internados em unidades estaduais

·1 min de leitura

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES) informou nesta terça-feira que suspendeu as visitas aos pacientes internados nas unidades de saúde da rede estadual temporariamente. A decisão foi motivada, diz a pasta, pelo aumento dos casos de Covid-19 no estado e pelo alto poder de transmissão da variante Ômicron.

Em nota, a SES diz que a medida não vai atingir o direito a acompanhantes protegidos por lei, e continua permitindo a presença de acompanhantes a crianças, idosos, deficientes físicos e pacientes com transtornos mentais internados nas unidades.

Esta é mais uma mudança adotada pela secretaria para evitar a transmissão da Covid-19 em suas unidades frente ao avanço da variante Ômicron. Nesta segunda-feira, a pasta suspendeu por 30 dias a realização de cirurgias eletivas. A medida também resulta, segundo a SES, do grande número de profissionais de saúde afastados por Covid-19 e da redução no número de doações de sangue.

A suspensão das cirurgias eletivas também está valendo para a rede municipal, onde, segundo a prefeitura, a quantidade de infecções de Covid-19 adquiridas em hospitais cresceu nas últimas semanas, em razão da Ômicron.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos