Covid-19: Pfizer pede à Anvisa autorização para aplicar terceira dose em crianças de 5 a 11 anos

A Pfizer formalizou na última segunda-feira, dia 20 de junho, um pedido à Anvisa para autorização da aplicação da dose de reforço de sua vacina pediátrica contra a Covid-19 no público infantil de 5 a 11 anos.

No Brasil, apenas a vacina da Pfizer e a Coronavac estão autorizadas para serem aplicadas no público infantil, no esquema de duas doses.

A FDA, agência regulatória americana, aprovou em 17 de maio de 2022 a aplicação de uma dose de reforço da vacina da Pfizer para crianças de 5 a 11 anos, no período de pelo menos 5 meses após a segunda dose.

Segundo a Pfizer, o pedido de autorização para a aplicação da terceira dose de sua vacina no público infantil foi baseado em dados do ensaio clínico da fase 2/3 que apontaram que uma dose de reforço de 10ug da vacina promove uma resposta imune robusta com um perfil de segurança favorável, em um momento em que a Ômicron era a variante prevalente. Até o momento, 4.500 crianças de 5 a 11 anos de idade participaram deste ensaio clínico da vacina contra o coronavírus.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos