Covid-19: Prefeitura de São Gonçalo estabelece novas medidas de isolamento até 27 de novembro

O Globo
·3 minuto de leitura
Fabiano Rocha / Agência O Globo
Fabiano Rocha / Agência O Globo

RIO — A prefeitura de São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, estabeleceu novas medidas de isolamento social por conta da pandemia de Covid-19. O decreto publicado no Diário Oficial nesta quinta-feira é válido até o dia 27 de novembro. De acordo com o governo municipal, a decisão foi tomada "em decorrência de mortes já confirmadas e o aumento de pessoas contaminadas", além do "crescimento taxa de ocupação de leitos destinados ao Covid-19".

As novas regras determinam funcionamento com 2/3 da capacidade para diversos estabelecimentos como farmácias e drogarias; hipermercados, supermercados, mercados e centros de abastecimento de alimentos; padarias; pet shops; óticas; barbearias e salões de beleza.

A mesma limitação de capacidade vale para bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos congêneres, que devem priorizar serviços de entrega e retirada de alimentos no próprio estabelecimento. Nas lojas de conveniência, também é vedada a permanência e a aglomeração de pessoas. Já o funcionamento de shopping centers, centros comerciais e galerias ficará restrito ao horário de 12h às 20h.

As restrições não se aplicam aos serviços de saúde como: clínicas médicas, odontológicas, oftalmológicas, de vacinação e de fisioterapia e laboratórios de exames clínicos e de imagem.Para todos os estabelecimentos, a prefeitura determina que é necessário manter distanciamento entre as pessoas, oferecer produtos para a higienização das mãos e a utilização de máscaras.

Confira regras para comércio e eventos:

Bancos e lotéricas

Devem fixar horários para atender clientes com idade igual ou superior a sessenta anos e demais pessoas de grupos de risco. Também deverão respeitar distância mínima de um metro e meio, sem aglomeração de pessoas, realizando demarcação, interna e externa em cada estabelecimento.

Barbearias e salões

Devem respeitar distanciamento mínimo obrigatório de dois metros em espaço fechado, com um mínimo de 4m² por pessoa, e um metro e meio em espaços abertos, com um mínimo de 3m² por pessoa, atendendo exclusivamente com hora marcada.

Shoppings e centros comerciais

Devem garantir fornecimento de equipamentos de proteção individual e álcool em gel 70%, ou preparações antissépticas ou sanitizantes de efeito similar, a todos os empregados, colaboradores, terceirizados, prestadores de serviço, clientes e frequentadores. Todos devem usar máscara e manter distanciamento mínimo de um metro. As áreas de recreação infantil devem permanecer fechadas e as praças de alimentação e estacionamentos não devem ultrapassar 2/3 da capacidade.

Eventos

Está permitia a realização de eventos sociais em ambientes como salões e casas de festas, desde que se respeite o limite de 2/3 do da capacidade total do local, reunindo no máximo 250 pessoas. Deve-se evitar aglomeração, respeitando a distância mínima de um metro e meio entre as pessoas, inclusive nas áreas de acesso. Está proibida a realização de eventos e de qualquer atividade com presença de público, que envolvam aglomeração de pessoas, tais como eventos desportivos com público, show, comício, passeata e afins.

Velórios

Os velórios de pessoas não qualificadas como suspeitas de COVID-19 deverão obedecer às seguintes deverá ser limitado a 10 pessoas, com duração máxima de uma hora. A cerimônia deverá ocorrer obrigatoriamente entre as 7h e 16h e os responsáveis pela organização e realização deverão providenciar avisos recomendando que pessoas de grupo de risco não ingressem no local.