Covid-19: Rio inicia vacinação de pessoas com deficiência e outros grupos prioritários a partir de segunda

Gabriel Sabóia
·2 minuto de leitura

A Prefeitura do Rio iniciou neste domingo (25) a vacinação contra a Covid-19 de pessoas com deficiência. Para marcar a data, os secretários municipais de Saúde, Daniel Soranz, e da Pessoa com Deficiência, Helena Werneck, participaram de uma cerimônia no Centro Municipal de Referência da Pessoa com Deficiência (CMRPD) do Mato Alto, em Jacarepaguá, na Zona Oeste. Segundo Soranz, a meta é imunizar 60 mil pessoas com deficiência em um mês. A partir desta segunda-feira (26), os postos de vacinação recebem também outros grupo prioritários da campanha de imunização contra a Covid-19 no Rio, como pessoas com comorbidades, motoristas de ônibus e servidores de limpeza urbana.

O prefeito Eduardo Paes também anunciou a criação de postos de vacinação voltados, prioritariamente, a pessoas com deficiências. Os locais começarão a funcionar a partir desta segunda. São eles:

O grupo engloba aqueles com deficiências físicas, auditiva, intelectual, psicossocial, visual e transtorno do espectro autista. Laudos médicos, cartões de gratuidade no transporte público, receituário ou outros documentos que comprovem a condição serão aceitos como comprovantes. Segundo Soranz, a depender do caso, a deficiência poderá ser atestada pela própria equipe do posto de vacinação.

O Rio iniciará amanhã a vacinação contra a Covid-19 das pessoas que têm comorbidades. A imunização será realizada por faixas etárias. O primeiro grupo é o das mulheres com 59 anos que se enquadram como prioritárias. Na terça-feira (27) será a vez dos homens com 59 anos que possuem estado de saúde agravado por outras doenças. A prefeitura trabalha para imunizar todos aqueles que têm comorbidades, com 57 anos ou mais, até o dia 1º de março. Para ser imunizado, é preciso apresentar atestado ou recomendação médica que comprove a comorbidade. Também serão aceitas as três últimas receitas médicas prescritas contra a enfermidade em questão.

Pelo Plano Nacional de Imunização (PNI), são considerados comorbidades: diabetes, doenças pulmonares, hipertensão, problemas cardíacos, doenças renais, obesidade mórbida, entre outros. Veja a lista completa.

A partir desta segunda, também podem receber as primeiras doses do imunizante membros de categorias consideradas prioritárias pelo PNI. É necessário estar na ativa e apresentar os três últimos contracheques, comprovando vínculo com a profissão e local de trabalho, ou declaração da instituição empregadora. Terceirizados devem levar ambos os documentos.

Calendário de vacinação para pessoas com comorbidades e outros grupos prioritários (motoristas e cobradores de ônibus, condutores de transporte escolar, trabalhadores da saúde e da educação, servidores de limpeza urbana e membros das forças de segurança):

Gestantes com comorbidades podem ser vacinadas em qualquer dia. É necessário apresentar um laudo com a indicação médica.

Em paralelo à imunização das pessoas com comorbidades, a campanha também seguirá vacinando os profissionais da saúde que atuam na linha de frente contra a covid-19. Até o final da semana, todos aqueles que possuem 40 anos ou mais poderão ser vacinados.

Calendário para profissionais da saúde: