Covid-19: Rio tem 92% de ocupação nos leitos de UTI da rede SUS, com fila de 113 pacientes; estado ultrapassa 420 mil casos

Arthur Leal
·2 minuto de leitura
Foto: Roberto Moreyra / Agência O Globo

O estado do Rio registrou 5 mortes e 929 novos casos de Covid-19 neste sábado e chegou a 420.075 infectados e 24.905 vidas perdidas pela doença, desde o início da pandemia, em março. A pressão na saúde continua grande, sobretudo na rede SUS da capital, onde há 92% de ocupação nos leitos de UTI exclusivos para coronavírus. Neste cenário, 113 pacientes aguardam na fila por uma vaga de terapia intensiva no município ou na Baixada.

A média móvel esta semana sofre influência do feriado do Natal, pois muitos dados acabam ficando retidos nas secretarias municipais, e os números de casos e mortes divulgados acabam sendo menores do que os que vinham sendo observados. Com os dados deste sábado, a média móvel passa a ser de 1913 casos e 71 mortes por dia. Em função dos números represados, há uma queda de 19% na média móvel de óbitos na comparação com duas semanas atrás, o que em condições normais indicaria uma tendência de queda no contágio.

A análise dos dados foi feita a partir do levantamento do consórcio de veículos de imprensa formado por O GLOBO, Extra, G1, Folha de S.Paulo, UOL e O Estado de S. Paulo, que reúne informações das secretarias estaduais de Saúde.

Na capital, que já soma 14.526 mortes e 160.542 casos confirmados da Covid-19 desde março, a pressão por leitos continua grande. De acordo com a prefeitura, na rede SUS há ocupação de 92% de ocupação nos leitos de UTI para Covid (630 internados) e 88% nas enfermarias (697 pacientes). Ao todo, de acordo com a última atualização, na tarde deste sábado, há 215 pessoas na fila por leitos, sendo 113, casos mais graves, para vagas de terapia intensiva no Rio e na Baixada Fluminense.

Levando em consideração apenas os leitos para Covid-19 oferecidos pela prefeitura em unidades municipais da capital, neste momento, há 89% de ocupação nas vagas de UTI: são 262 pacientes ocupando os 293 leitos. Outras 296 pessoas estão em enfermarias.