Covid-19: Saiba quais variantes circulam hoje no estado do Rio de Janeiro; P1 representa mais de 90% das amostras

·1 minuto de leitura

Com a preocupação sobre um possível caso da variante indiana do novo coronavírus, que está sendo investigado em Campos dos Goytacazes, muitas dúvidas podem surgir em relação a quais cepas circulam hoje no Estado do Rio. Segundo o último levantamento da Rede Corona-Ômica-RJ - composta por uma equipe de pesquisadores de laboratórios de diferentes instituições do Estado do Rio de Janeiro-, as variantes que estão mais presentes no estado são a P1, a B.1.1.7, a P2 e a P.1.2.

No entanto, 93,09% dos casos analisados entre 24 de março e 26 de abril foram apenas da P1, também conhecida como a variante de Manaus. De acordo com os dados da Prefeitura da capital, entre as variantes de preocupação, a P1 também é predominante: mais de 97% dos casos registrados na cidade até o dia 20 de maio.

Entre março e abril, foi identificado no Rio o surgimento da linhagem P.1.2 — descendente da P1 —, que teve frequência de 4,87% nas amostras de março e 5,09% em abril, segundo levantamento da Rede Corona-Ômica-RJ. De acordo com a nota técnica, a diminuição de P1 em abril se relaciona diretamente à presença da P.1.2. Somadas, as variantes P1 e P.1.2 tiveram prevalência de 96,21% em abril e 96,46% em março.

*Estagiários sob a supervisão de Leila Youssef

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos