Covid-19: São Paulo volta a registrar mais de mil mortes em um dia

Gabriel Melloni
·2 minuto de leitura
São Paulo volta a ter mais de mil mortes em 24 horas (AP Photo/Andre Penner)
São Paulo volta a ter mais de mil mortes em 24 horas (AP Photo/Andre Penner)
  • São Paulo registrou 1.044 mortes nas últimas 24 horas

  • Foram, também, 17.992 novos casos neste período

  • Esta é a primeira vez em uma semana que o estado supera os mil mortos

O estado de São Paulo voltou a ter mais de mil mortes pela Covid-19 em 24 horas nesta terça-feira. De acordo com dados do governo, foram 1.044 óbitos em um dia, além de 17.992 novos casos.

Os dados de terça-feira costumam ser inflados por números do fim de semana, quando, habitualmente, são registradas menos morte. Até por isso, a última vez que o estado havia chegado em mil mortes em um dia foi há uma semana, no dia 20 de abril, quando teve 1.122 óbitos.

Leia também

No total, já são 2.856.225 casos confirmados de coronavírus apenas em São Paulo, com 93.482 mortes. Desse total de diagnósticos, 292.059 foram de pacientes que precisaram ser internados e já receberam alta hospitalar.

Neste momento, há 22.112 pacientes internados em todo o estado, sendo 10.426 em UTIs e 11.686 em enfermarias. A taxa de ocupação dos leitos de tratamento intensivo é de 80% no estado e 78,3% na Grande São Paulo.

No último domingo, o governo paulista celebrou a queda de quase 27% nas internações em um mês. Em 25 de março, eram 30.549 pacientes ocupando leitos, sendo 12.674 em UTIs e 17.875 em enfermarias.

Fase de transição do Plano SP

São Paulo está na fase de transição do plano de combate à Covid-19, um nível intermediário entre os estágios laranja e vermelho. O governador João Doria (PSDB) chegou a dizer recentemente que acredita que a pandemia está "sob relativo controle" no estado.

Veja o que abre e o que fecha na fase de transição

São Paulo está na Fase de Transição do Plano SP (Foto: Gustavo Basso/NurPhoto via Getty Images)
São Paulo está na Fase de Transição do Plano SP (Foto: Gustavo Basso/NurPhoto via Getty Images)

1º semana

Entre 18 e 23 de abril puderam ser retomados presencialmente:

  • Cultos, missas e outras atividades religiosas

  • Shoppings

  • Lojas de rua

No entanto, para atividades religiosas presenciais houve restrições, segundo o governo do estado, como máximo de 25% de ocupação. Já o comércio pôde funcionar em todo estado entre 11h e 19h.

2º semana

Acontece entre os dias 24 de abril e 30 de abril. Neste período, podem ser retomados:

  • Restaurantes e similares

  • Salões de beleza

  • Barbearias

  • Atividades culturais

  • Academias

Da mesma forma que aconteceu na primeira semana, as atividades têm restrições, podendo operar das 11h às 19h.

As academias, porém, funcionam em dois horários: das 7h às 11h e das 15h às 19h. Todos os espaços devem respeitar o aforo máximo de 25% de ocupação. O teletrabalho continua sendo recomendado para as atividades administrativas não essenciais.