Covid-19: Tire suas dúvidas sobre a aplicação da dose de reforço na cidade do Rio

·4 min de leitura

RIO — A cidade do Rio anunciou nesta quinta-feira as datas de aplicação da terceira dose da vacina contra a Covid-19. São dois cronogramas diferentes: um para o reforço de todas as pessoas com 18 anos ou mais que já tomaram a segunda dose há pelo menos cinco meses — que começaram a receber o reforço já nesta quinta-feira — e outro para pessoas com 55 anos ou mais que completaram três meses desde a segunda dose — grupo que deverá seguir um calendário por idade.

As diferentes datas podem causar confusão. Por isso, o GLOBO traz respostas a uma série de possíveis questionamentos a respeito da dose de reforço no Rio. Confira:

Tomei a segunda dose há mais de cinco meses. Já posso me vacinar agora?

Sim, deve. Todas as pessoas com 18 anos ou mais que já completaram o prazo de cinco meses desde a segunda dose, conforme orientação do Ministério da Saúde, podem tomar o reforço. Na cidade do Rio, a aplicação nesse grupo começou já nesta quinta-feira. Basta procurar um posto de vacinação.

Tenho mais de 55 anos e tomei a segunda dose há pelo menos três meses. Já posso me vacinar agora?

Não. Para esse grupo, há um calendário específico, que começa a valer no dia 29 de novembro. A partir dessa data, serão contempladas as pessoas com 59 anos ou mais que tenham tomado a segunda dose há pelo menos três meses. O calendário prossegue com cerca de cinco dias para cada idade, com uma idade por vez. Assim:

29 de novembro a 4 de dezembro - 59 anos ou mais6 de dezembro a 11 de dezembro - 58 anos ou mais13 de dezembro a 18 de dezembro - 57 anos ou mais20 de dezembro a 23 de dezembro - 56 anos ou mais27 de dezembro a 4 de janeiro - 55 anos ou mais

A ideia por trás desse calendário é adiantar a dose de reforço para quem tem 55 anos ou mais. Para o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, esse público está mais vulnerável aos efeitos da Covid-19 e por isso deve seguir um prazo menor entre a segunda e a terceira doses, de três meses.

No entanto, para saber se já pode receber o reforço, a pessoa que pertence a esse grupo deverá checar duas coisas: (1) se já se passaram três meses desde a sua segunda dose e (2) se sua idade já está contemplada na data atual, de acordo com o calendário.

Caso você se encaixe no primeiro critério, mas não no segundo, não poderá tomar a terceira dose ainda. E vice-versa.

Tenho 55 anos ou mais e tomei minha segunda dose com atraso, portanto ainda não completei o prazo mínimo para a minha faixa etária, de três meses. Poderei me vacinar quando chegar a data da minha idade?

Se até lá se tiverem passado três meses desde a sua segunda dose, sim. Se o prazo ainda não tiver sido alcançado, não.

Mas repare que o calendário sempre contempla uma nova idade “ou mais”. Ou seja, você poderá tomar o reforço assim que o intervalo de três meses estiver completo, não importa quanto tempo tiver se passado desde a data marcada para o início da aplicação da terceira dose em pessoas da sua idade. Basta que a data já tenha chegado.

Tenho menos de 59 anos, mas já estou vacinado com a segunda dose há mais de três meses. Poderei tomar o reforço já a partir do dia 29?

Não. Mesmo que você já tenha completado o intervalo mínimo de três meses, é preciso aguardar a data do início da aplicação do reforço em pessoas da sua idade. Se você tem 58 anos, será no dia 6 de dezembro. Se tem 57, será no dia 13 de dezembro, e assim por diante.

A exceção é quem tomou a segunda dose há cinco meses ou mais. Quem estiver nesse grupo, não importa a idade, pode receber o reforço já a partir de hoje.

Faço parte de um grupo prioritário e por isso tomei a vacina antes das demais pessoas da minha faixa etária. Preciso comprovar que pertenço a um grupo prioritário para tomar o reforço?

Não. Embora pessoas com comorbidades, pessoas com deficiências e outros públicos prioritários da campanha de vacinação contra a Covid-19 tenham se imunizado antes da população em geral (mediante apresentação de atestado médico ou outro tipo de comprovação), o critério de aplicação da terceira dose é o tempo que se passou desde a sua segunda dose, não o seu perfil clínico.

O que importa é se você tomou a segunda dose há cinco meses ou mais ou se você é maior de 55 anos e já completou cinco meses desde a sua segunda injeção. Se você está dentro desses critérios, você pode tomar o reforço.

Tenho entre 50 e 54 anos ou mais e quero receber o reforço. Quando poderei?

Essas idades não estão contempladas na primeira versão do calendário por idade da prefeitura, divulgado nesta quinta-feira. No entanto, segundo o secretário Daniel Soranz, a previsão é que esse grupo seja contemplado no cronograma a partir de janeiro. Outras idades devem ser incorporadas futuramente, aos poucos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos