Covid-19: UE oferece vacinas à China e aumenta vigilância

O governo de Pequim ainda não respondeu à oferta e a UE está preocupada com a falta de transparência sobre eventuais novas variantes do vírus.