Covid-19: Vacina da Pfizer tem alta eficácia em crianças a partir de 6 meses de idade

A Pfizer anunciou na segunda-feira que três doses da vacina infantil contra a Covid-19 demonstrou forte resposta imunológica, alta eficácia e segurança favorável em crianças de seis meses a quatro anos de idade. Os dados são resultado de um estudo de fase 2/3 que avaliou a segurança e eficácia do imunizante nesta faixa etária. No Brasil, nos Estados Unidos e na Europa ainda não há vacina contra a doença disponível para este público.

A dose definida pela farmacêutica para crianças pequenas é 3 microgramas. Para fator de comparação, a utilizada a partir de cinco anos de idade é de 10 microgramas e a de adultos, liberada a partir de 12 anos, é de 30 microgramas. Entretanto, os estudos iniciais, com apenas duas injeções, mostraram que a vacina não era capaz de produzir uma resposta imune robusta em crianças de 6 meses a quatro anos de idade.

A Pfizer decidiu então prolongar o estudo e avaliar uma terceira dose neste grupo etário. Os resultados mostraram que o novo regime de administração foi capaz gerar uma forte resposta imune, com um perfil de segurança favorável semelhante ao placebo. A eficácia da vacina, um desfecho secundário no estudo, foi de 80,3%. Esta análise foi baseada em 10 casos sintomáticos de Covid-19 identificados sete dias após a terceira dose e acumulados até o dia 29 de abril de 2022. Haverá uma outra análise quando pelo menos 21 casos, em um período de, no mínimo, sete dias após a terceira dose forem acumulados.

A pesquisa incluiu 1.678 crianças, que receberam uma terceira dose da formulação de 3 microgramas pelo menos dois meses após a segunda injeção. A Ômicron era a variante predominante nesse período. A resposta imune desse público foi comparada com a gerada por duas doses, em pessoas de 16 a 25 anos. A maioria dos eventos adversos em crianças pequenas foram leves ou moderados.

"Nossa vacina contra Covid-19 foi estudada em milhares de crianças e adolescentes, e estamos satisfeitos que nossa formulação para as crianças mais novas, que selecionamos cuidadosamente para ser um décimo da dose para adultos, foi bem tolerada e produziu um forte resposta imunológica", disse Albert Bourla, presidente e diretor executivo da Pfizer, em comunicado.

Em fevereiro, a Pfizer a BioNTech empresas iniciaram dados à FDA, agência que regula medicamentos nos EUA, para Autorização de Uso de Emergência da vacina em crianças pequenas. Na época, a administração de duas doses fio considerada segura para essa faixa etária. As empresas planejam enviar à FDA os dados referentes às três doses nos próximos dias e, em seguida, submeter o pedido de aprovação a outras agências regulatórias.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos