Covid: Máscara deixa de ser obrigatória em aeroportos e aviões da União Europeia

A Agência europeia de segurança aérea (EASA, na sigla em inglês) anunciou nesta quarta-feira (11) que o uso de máscaras deixará de ser obrigatório nos aeroportos do bloco europeu e a bordo dos aviões que voam na região. A medida entra em vigor em 16 de maio. O governo francês também decidiu suprimir a imposição do acessório de proteção nos transportes públicos do país.

O anúncio da agência europeia foi feito pelo diretor-executivo da instituição, Patrick Ky. Em um comunicado, ele disse que “esse é um grande passo antes da normalização dos transportes aéreos”.

A principal associação mundial de companhias aéreas (IATA na sigla em inglês) saudou a decisão da EASA. Para Willie Walsh, diretor-geral da entidade, a medida “dará aos viajantes a liberdade de escolher usar ou não a máscara”. Segundo ele, os passageiros podem viajar com confiança, sabendo que troca de ar frequente e os filtros potentes tornam as cabines dos aviões “ambientes seguros”.

Mas a EASA insistiu que a máscara continua sendo uma das melhores proteções contra a transmissão da Covid-19, principalmente para pessoas com a saúde mais frágil. A associação também lembrou que as normas podem variar em função das regras de algumas companhias aéreas, por exemplo, no caso de voos provenientes ou com destino a locais onde o uso do acessório ainda é obrigatório.

O governo francês também anunciou nesta quarta-feira que os passageiros não precisarão mais usar máscaras nos transportes públicos. Essa era uma das poucas medidas preventivas ainda em vigor no país. Atualmente quem não usa o acessório em trens, ônibus e metrôs pode ser multado, mesmo se os controles e as sanções se tornaram cada vez mais raros.

(Com informações da AFP)


Leia mais

Leia também:
Com poucos vacinados entre os mais idosos, China é prisioneira de sua estratégia “zero Covid”
Loja do Carrefour na França tenta proibir entrada de pessoas com máscaras para “evitar roubos”
Dois anos após início da pandemia, Paris volta a ter pontos turísticos lotados de estrangeiros

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos