Covid: RJ confirma quatro mortes pela variante delta

·2 minuto de leitura
Procurada, a Secretaria estadual de Saúde confirmou quatro mortes em decorrência da variante. (Photo by Fabio Teixeira/Anadolu Agency via Getty Images).
Procurada, a Secretaria estadual de Saúde confirmou quatro mortes em decorrência da variante. (Photo by Fabio Teixeira/Anadolu Agency via Getty Images).

O estado do Rio de Janeiro confirmou, hoje, a primeira morte pela variante Delta da Covid-19. Trata-se do primeiro óbito pela cepa no estado do Rio. Procurada, a Secretaria estadual de Saúde confirmou quatro mortes em decorrência da variante. 

A informação sobre a quarta morte foi confirmada pela Prefeitura de Duque de Caxias. Duas outras mortes ocorreram no município de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Em Caxias, foi a óbito um homem de 50 anos de idade, que apresentava sintomas leves quando foi internado em unidade de saúde. Ele sofria de comorbidades e morreu no dia 5 de julho. A confirmação sobre a variante foi dada apenas hoje. 

Leia também:

A Secretaria municipal de Saúde de Caxias, por intermédio do Centro de Informações Estratégicas e Resposta em Vigilância em Saúde (CIEVS), informou que o paciente em questão tinha 50 anos e apresentava comorbidades. 

O homem era morador da própria cidade, situada na Baixada Fluminense, e deu entrada na UPA Beira Mar em 26 de junho para primeiro atendimento. Dois dias depois, ele foi internado e transferido para a UTI do Hospital municipal Doutor Moacyr Rodrigues do Carmo, também em Caxias, onde acabou morrendo em 5 de julho.

Variante Delta avança no estado do Rio; 12 cidades já registraram a cepa

Segundo o governo do Estado, no último sábado, foram notificados mais 63 casos da variante, do total de 380 amostras processadas. Até o momento, são 74 casos em 12 cidades fluminenses.

Os novos municípios com identificação de casos da cepa, encontrada originalmente na Índia, são: Duque de Caxias, Itaboraí, Itaguaí, Japeri, Maricá, Mesquita, Niterói, Nova Iguaçu, Queimados. Em Seropédica, São João de Meriti e Rio de Janeiro, já haviam sido identificados casos anteriormente.Baixe o app do

Das amostras analisadas pelo governo do estado, 16,6% já são da variante Delta. Os resultados são fruto do projeto Corona-Ômica-RJ.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos