Covid: RJ 'dribla' ministério e vai começar a vacinar crianças a partir de 3 anos

CoronaVac, vacina contra a covid-19 produzida pelo Butantan, foi aprovada pela Anvisa para uso a partir dos 3 anos (Foto: REUTERS/Pilar Olivares)
CoronaVac, vacina contra a covid-19 produzida pelo Butantan, foi aprovada pela Anvisa para uso a partir dos 3 anos (Foto: REUTERS/Pilar Olivares)

A cidade do Rio de Janeiro vai começar a vacinar crianças a partir de 3 anos contra a covid-19 na próxima sexta-feira (15). O anúncio foi feito pelo prefeito Eduardo Paes (PSD) nesta quinta (14), um dia após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovar o uso da CoronaVac para brasileiros com mais de 3 anos.

Nos dias 15, 16, 18 e 19, poderão receber o imunizante crianças de 4 anos. A vacinação dos cariocas de 3 anos acontecerá nos dias 20, 21, 22 e 23 de julho.

A decisão de Eduardo Paes foi anunciada mesmo sem um pronunciamento oficial do Ministério da Saúde. No fim da tarde de ontem, a Anvisa aprovou o uso da vacina CoronaVac a partir dos 3 anos, mas, até o momento, a Saúde não se manifestou sobre.

Logo após a aprovação da Anvisa, o Instituto Butantan, que produz a CoronaVac, anunciou que fez o pedido oficial para que o imunizante fosse incluído no Programa Nacional de Imunizações para as crianças.

As crianças de 5 anos não estão no calendário pois já estavam contempladas pela vacina da Pfizer, que pode ser aplicada a partir de tal idade.

CoronaVac para crianças

Na decisão, a Anvisa informou que a vacina usada será a mesma que é aplicada em adultos. O imunizante já estava sendo aplicado em brasileiros a partir dos 6 anos.

As doses devem ser ministradas em duas doses, com intervalo de 28 dias. Por falta de estudos, crianças imunossuprimidas não devem receber a vacina.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos