CPI abre sessão para o depoimento do ex-ministro Eduardo Pazuello

·1 minuto de leitura
BRASÍLIA, DF, 19.05.2021: CPI-COVID-DF - O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, um dos principais alvos da comissão de inquérito do Senado, acompanhado de advogados e policiais legislativos, chega para depor na CPI da Covid, em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
BRASÍLIA, DF, 19.05.2021: CPI-COVID-DF - O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, um dos principais alvos da comissão de inquérito do Senado, acompanhado de advogados e policiais legislativos, chega para depor na CPI da Covid, em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Começou às 9h14 desta quarta-feira (19) a sessão da CPI da Covid que terá o depoimento do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello.

Pazuello compareceu à CPI contando com um habeas corpus que garante o direito de que permaneça em silêncio, evitando responder perguntas que possa incriminá-lo.

Por isso, os senadores independentes e de oposição pretendem explorar as suas falas a respeito de terceiros, incluindo o presidente Jair Bolsonaro.

Pazuello foi ministro da Saúde entre maio de 2020 e março deste ano. Em sua gestão, foram compradas a a maior parte das vacinas contra a Covid-19, apesar de polêmicas envolvendo resistência para comprar as imunizações da Pfizer e a Coronavac.

Também em sua gestão aconteceu o colapso do sistema de saúde de Manaus, por causa da pandemia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos