CPI adia depoimento do sócio-diretor da Precisa

BRASÍLIA, DF, 14.07.2021: CPI-COVID-DF - O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM) - CPI da Covid volta a ouvir o depoimento de Emanuele Medrades, representante da Precisa Medicamentos, em Brasília, nesta quarta. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
BRASÍLIA, DF, 14.07.2021: CPI-COVID-DF - O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM) - CPI da Covid volta a ouvir o depoimento de Emanuele Medrades, representante da Precisa Medicamentos, em Brasília, nesta quarta. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), anunciou o adiamento do depoimento do sócio-diretor da Precisa Medicamentos, Francisco Maximiano.

Maximiano inicialmente iria depor nesta quarta-feira (14), logo após a oitiva da diretora-técnica da empresa, Emanuela Medrades.

Aziz afirmou que não seria possível ouvir os dois no mesmo dia, uma vez que há muitos senadores inscritos para apresentarem questionamentos. O depoimento de Maximiano, portanto, fica para o mês de agosto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos