CPI convoca ex-mulher de Bolsonaro para prestar depoimento

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
***ARQUIVO***RESENDE, RJ, 16.09.2018: Ex-mulher do atual presidente da República, Jair Bolsonaro, Ana Cristina Valle. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)
***ARQUIVO***RESENDE, RJ, 16.09.2018: Ex-mulher do atual presidente da República, Jair Bolsonaro, Ana Cristina Valle. (Foto: Eduardo Anizelli/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Os senadores da CPI da Covid aprovaram, nesta quarta-feira (15), requerimento de convocação de Ana Cristina Valle, ex-mulher do presidente Jair Bolsonaro e mão de um de seus filhos, Jair Renan.

O requerimento de autoria de Alessandro Vieira (Cidadania-SE) não estava na pauta e foi incluído de última hora. A medida provocou protestos dos governistas.

Senadores da CPI afirmam ter mensagens de conversas entre Ana Cristina e o lobista Marconny Albernaz de Faria, que depõe nesta quarta-feira (15). As mensagens mostrariam que a ex-mulher de Bolsonaro seria responsável por fazer indicações para cargos no governo.

Questionado sobre o assunto, Marconny exerceu seu direito ao silêncio, por contar com um habeas corpus.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos