CPI da Covid abre sessão para ouvir ex-chanceler Ernesto Araújo

·1 minuto de leitura
BRASÍLIA, DF, 18.05.2021: CPI-COVID-DF - O ex-ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo chega para prestar depoimento CPI da Covid no Senado. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
BRASÍLIA, DF, 18.05.2021: CPI-COVID-DF - O ex-ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo chega para prestar depoimento CPI da Covid no Senado. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Começou às 9h23 desta terça-feira (18) a sessão da CPI da Covid que terá o depoimento do ex-ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo.

Ernesto foi convocado para explicar a atuação do ministério no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. Os senadores querem questionar o ex-chanceler a respeito, principalmente, das ações para adquirir vacinas e insumos.

Os parlamentares também querem saber o impacto da política externa ideológica de sua gestão e das falas do presidente Jair Bolsonaro e de seu filho Eduardo Bolsonaro na relação do Brasil com a China, país de grande importância para a compra de itens para enfrentar a pandemia

Ernesto foi demitido do cargo em março deste ano, após grande pressão, em particular do Senado, que questionava a sua atuação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos