CPI da Covid convoca Witzel e governadores de nove estados; veja quem são

·2 minuto de leitura

A CPI da Covid no Senado aprovou nesta quarta-feira a convocação do ex-governador do Rio Wilson Witzel e de governadores de nove estados para prestarem depoimento na comissão. O critério usado para a escolha foi selecionar todos os estados que são ou foram alvo de investigação da Polícia Federal. O governador do Rio Claudio Castro não foi convocado. A comissão também chamou a vice-governadora de Santa Catarina, Daniela Reinehr.

A comissão também aprovou que o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello e o atual chefe da pasta, Marcelo Queiroga, sejam convocados novamente a prestarem depoimento.

A convocação de governadores, defendida pelo presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM), virou foco de divergência nos bastidores entre os senadores independentes e da oposição, que são maioria no colegiado. O relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), e o vice-presidente, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), consideram que a apuração vai desviar o foco do governo federal. Eles também argumentam que não faz sentido trazer representantes de estados que já são alvo de operações da PF.

O nome do Claudio Castro, que é próximo da família Bolsonaro, foi retirado após discussões em reunião secreta para fechar um acordo sobre a lista de requerimentos. O argumento é que ele não estava no cargo durante as operações da Polícia Federal. A deliberação sobre convocação de prefeitos ficou para outro momento. Já Reinehr ficou no cargo de governadora de Santa Catarina interinamente por dois momentos ao longo da crise sanitária, quando o titular Moises foi afastado durante dois processos de impeachment.

Após senadores fecharem acordo em sala fechada para convocar alguns governadores, com foco naqueles que são alvo de operação da Polícia Federal, o senador Eduardo Girão (Podemos-CE) insistiu na convocação dos representantes dos municípios neste momento. O presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM), o chamou de "oportunista pequeno" por ignorar as tratativas do grupo.

— E os prefeitos, senador Omar Aziz, não vamos ouvir mesmo os prefeitos de capitais — questionou Girão.

— Vossa Excelência, o senhor estava lá na reunião. Vossa Excelência é um oportunista e um oportunista pequeno. Desde o primeiro momento, toda sociedade brasileira que tem inteligência sabe que Vossa Excelência está aqui com um único motivo para que a gente não investigue por que o Brasil ficou sem vacina. E Vossa Excelência não entende patavina de saúde quer impor a cloroquina para a sociedade. Vossa Excelência é um oportunista! — afirmou Omar Aziz.

— Senador Omar Aziz, o senhor fez uma agressão — reclamou Girão.

— Me leve para o Conselho de Ética! Me leve! Vossa Excelência não respeita ninguém, Vossa Excelência age sorrateiramente — rebateu Aziz.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos