CPI da Covid no Senado define data de depoimentos de governadores

·2 minuto de leitura
CPI da Covid no Senado (Foto: Jefferson Rudy/ Agência Senado)
CPI da Covid no Senado (Foto: Jefferson Rudy/ Agência Senado)
  • CPI da Covid no Senado define cronograma de depoimento de governadores

  • Eles serão ouvidos sobre supostas irregularidades na destinação de recursos federais para combate à pandemia

  • Governador do Amazonas será o primeiro a depor na comissão

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Senado definiu nesta terça-feira (8) o depoimento dos governadores, que serão ouvidos sobre supostas irregularidades na destinação de recursos federais para enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

  • Helder Barbalho (PA) - 29/6

  • Wellington Dias (PI) - 30/6

  • Ibaneis Rocha (DF) - 1/7 

  • Mauro Carlesse (TO) - 2/7 

  • Carlos Moisés (SC) - 6/7 

  • Antônio Garcia (RR) - 7/7 

  • Waldez Góes (AP) - 8/7

Leia também

Nesta terça-feira (8), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, vai depor novamente na CPI. Os senadores querem saber sobre a possibilidade de uma terceira onda da pandemia do coronavírus, além de confrontar informações obtidas pela comissão.

Na quarta-feira (9), será a vez de Elcio Franco, ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde. Braço-direito de Eduardo Pazuello, ele será questionado, principalmente, sobre as negociações com a Pfizer para a compra de vacinas contra a covid-19.

A CPI da Covid no Senado ouve na quinta-feira (10) o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), sobre supostas irregularidades na destinação de recursos federais para enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

Wilson Lima e o o secretário de Saúde, Marcellus Campêlo, foram alvos, na quarta-feira (2), de uma operação da Polícia Federal, que cumpriu 19 mandados de busca e apreensão e seis mandados de prisão temporária em Manaus e Porto Alegre.

Até o momento, já compareceram à CPI da Covid no Senado:

  • Luiz Henrique Mandetta, ex-ministro da Saúde

  • Nelson Teich, ex-ministro da Saúde

  • Antonio Barra Torres, diretor da Anvisa

  • Fabio Wajngarten, ex-chefe da Secom

  • Ernesto Araújo, ex-ministro das Relações Exteriores

  • Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde

  • Mayra Pinheiro, secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde,

  • Dimas Covas, presidente do Instituto Butantan

  • Nise Yamaguchi, médica oncologista

  • Luana Araújo, médica infectologista

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos