CPI da Pandemia: Relatório deverá pedir indiciamento de Bolsonaro por 11 crimes

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
O presidente Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)
O presidente Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)
  • Relatório da CPI da Pandemia deverá pedir o indiciamento do presidente Jair Bolsonaro por 11 crimes

  • O parecer do senador Renan Calheiros deverá ser votado na próxima quinta-feira (20)

  • Comissão também aprovou novas convocações em reunião nesta sexta

O relatório final da CPI da Pandemia deverá pedir o indiciamento do presidente Jair Bolsonaro por 11 crimes. O parecer do senador Renan Calheiros (MDB-AL) deverá ser votado na próxima quinta-feira (20).

De acordo com informações da Globo News, os crimes são: 

  • Crime de epidemia com resultado de morte

  • Crime de infração a medidas sanitárias preventivas

  • Crime de emprego irregular de verba pública

  • Crime pela incitação ao crime

  • Crime de falsificação de documentos particulares

  • Crime de charlatanismo

  • Crime de prevaricação

  • Crime de genocídio de indígenas

  • Crime contra a humanidade

  • Crime de responsabilidade

  • Crime de homicídio comissivo por omissão no enfrentamento da pandemia

Leia também:

Além da expectativa para a apresentação do relatório, integrantes da CPI se reuniram de maneira virtual nesta sexta-feira (15) e aprovaram diversas convocações. Os senadores precisam definir ainda quem realmente será ouvido porque o colegiado irá encerrar os trabalhos na próxima semana.

Os seguintes nomes de representantes de diversas entidades foram aprovados:

  • Carlos Eduardo Menezes de Rezende, representante da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS)

  • Nelson Mussolini, representante do Conselho Nacional de Saúde (CNS)

  • Elton da Silva Chaves, representante do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems)

  • Luiz Claudio Lemos Correa, representante do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass)

A oitiva será realizada na segunda-feira (18).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos