CPI do MEC: Oposição consegue assinaturas necessárias para abrir investigação parlamentar

Após a prisão do ex-ministro da Educação Milton Ribeiro, a CPI do MEC atingiu o mínimo de 27 assinaturas necessárias para sua instalação no Senado. Cabe ao presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), determinar a abertura da investigação a partir de agora.

Os senadores Alessandro Vieira (PSDB-SE) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP) se empenharam na coleta de assinaturas desde a quarta-feira e, nesta quinta-feira. conseguiriam o mínimo de um terço do Senado. O último senador a assinar a lista foi Giordano Bruno (SP).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos