CPI: Randolfe ameaça pedir busca e apreensão na Abin e afastamento de Ramagem

·1 minuto de leitura
Brazilian Senator Randolfe Rodrigues looks on during a meeting of the Parliamentary Inquiry Committee (CPI) to investigate government actions and management during the coronavirus disease (COVID-19) pandemic, at the Federal Senate in Brasilia, Brazil May 5, 2021. REUTERS/Adriano Machado
Senador Randolfe Rodrigues, vice-presidente da CPI da Covid (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

O vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Senado no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), afirmou que vai à Justiça para cobrar o cumprimento de entrega de documentação solicitada pela CPI à Abin (Agência Brasileira de Inteligência). 

O senador ressaltou que a Abin não pode se negar a prestar informações à comissão, pois a requisição de documentos aprovados em CPI equivale a requisição de documentos por qualquer inquérito.

"Amanhã apresentaremos requerimento para que seja aprovada determinação judicial para exibição dos documentos. E se não for cumprida a devida determinação judicial, busca e apreensão com afastamento do senhor Alexandre Ramagem".

Leia também:

O requerimento aprovado no dia 10 de junho solicita “que sejam encaminhados todos os relatórios de inteligência, ou quaisquer outros documentos, produzidos pelos órgãos integrantes do Sistema Brasileiro de Inteligência.

Na justificativa, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI), comandado pelo general Augusto Heleno, argumentou que "prevalece o entendimento de que existe um procedimento próprio para a exibição de documentos de inteligência". A Abin é vinculada ao GSI.

Senadores da CPI da Covid estão ouvindo, na manhã desta terça-feira (6/7), o depoimento da servidora do Ministério da Saúde Regina Célia Silva Oliveira, fiscal do contrato de compra da vacina indiana Covaxin.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos