'CPI do sertanejo': Anitta revela já ter recebido propostas de desvio de verba

Nome central da "CPI do sertanejo", Anitta revelou que já recebeu proposta de desvio de verbas, mas não aceitou. A cantora falará sobre o assunto em entrevista ao "Fantástico" deste domingo.

CPI do sertanejo: o que liga a tatuagem íntima de Anitta à polêmica dos cachês de Gusttavo Lima

Gusttavo Lima, de cortador de cana a embaixador do agronegócio: quem é o astro sertanejo?

"Eu já recebi propostas, eu e meu irmão. 'Você cobra tanto, aí eu vou e pego um pedaço.' Eu falei não", disse ela, num trecho exibido no "Jornal Nacional" do último sábado.

Anitta e 'CPI'

Tudo começou quando o cantor Zé Neto, da dupla com Cristiano, misturou utilização da Lei Rouanet à Anitta e sua tatuagem íntima, num discurso feito durante um show.

“Estamos aqui em Sorriso, no Mato Grosso, um dos estados que sustentaram o Brasil durante a pandemia. Nós somos artistas e não dependemos de Lei Rouanet, nosso cachê quem paga é o povo. A gente não precisa fazer tatuagem no ‘toba’ para mostrar se a gente está bem ou não”, disparou.

Essas declarações deram origem a uma série de questionamentos a respeito das verbas destinadas a apresentações de cantores sertanejos e sem licitação. Alguns artistas passaram a perder cachês milionários em cidades pequenas e viraram alvo do Ministério Público.

Nas redes sociais, ela chegou a comentar: "E eu achando que tava só fazendo uma tatuagem no tororó".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos