Crânio de Tiranossauro rex vai a leilão; confira o preço

Maximus, o crânio de Tiranossauro rex, vai a leilão pela casa Sotheby's (ANGELA WEISS/AFP via Getty Images)
Maximus, o crânio de Tiranossauro rex, vai a leilão pela casa Sotheby's (ANGELA WEISS/AFP via Getty Images)
  • Ossada da cabeça pesa 90 quilos e pode chegar a 2 metros quando aberta;

  • Maximus foi escavado entre 2020 e 2021 na Formação Hell Creek;

  • Local é conhecido pela concentração de restos de Tiranossauros rex.

Um dos itens mais raros do mundo vai a leilão pela casa Sotheby's de Nova York: um crânio de Tiranossauro rex. Por tamanha raridade, a casa de leilões estima que seja pago um valor de US$ 20 milhões, ou R$ 103 milhões na atual conversão.

Batizado de Maximus, o crânio de 90 quilos é um dos exemplares mais bem conservados do gênero e pode chegar a 2 metros quando aberto, afirmou a casa, que o descreveu como "extremamente raro". A ossada teria pertencido a um Tiranossauro Rex adulto, que habitou o atual estado americano de Dakota do Sul há 76 milhões de anos.

Segundo Henry Galiano, consultor de história natural da Sotheby's, o exemplar foi escavado entre 2020 e 2021 em uma das áreas com maior concentração de restos de T-Rex, a Formação Hell Creek, um um dos sítios paleontológicos mais famosos dos Estados Unidos. "O crânio manteve muito de sua forma original e características de superfície, com até mesmo os ossos menores e mais delicados intactos."

O crânio possui dois grandes furos, indicando que o dinossauro se envolvia em briga com outros répteis gigantes. No entanto, não é possível afirmar que este ferimento tenha sido sua causa de morte. "Mas podemos dizer que ele teve uma grande batalha durante sua vida", disse Cassandra Hatton, chefe do departamento de ciência e cultura popular da casa de leilões ao canal de televisão americano ABC.

Maximus não é o primeiro Tiranossauro rex de Hell Creek a ser leiloado. Sue e Stan, dois esqueletos quase completos, arrecadaram US$ 8,36 milhões em 1997 e US$ 31,8 milhões em 2020, respectivamente. E em 30 de novembro deste ano um esqueleto completo de 1.400 quilos, chamado de Shen, será leiloado em Hong Kong.