Cresce otimismo de empresários do setor de serviços, revela pesquisa

Segundo uma pesquisa feita pelo Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises (IFec RJ), os empresários do setor de serviços estão mais otimistas em relação aos próximos três meses. Segundo o levantamento, 81,5% esperam que a situação melhore ou melhore muito. Na última sondagem, esse índice era de 80,3%.

A pesquisa ouviu 699 pessoas, entre 1º e 7 de julho. Apenas 12,6% apostam que a situação permanecerá a mesma, e 5,9% esperam um cenário pior ou muito pior.

Com relação à situação de seus negócios, 36,2% dos empresários entrevistados disseram que o quadro melhorou ou melhorou muito nos últimos três meses. Outros 30,1% registraram piora. Para 33,8%, não houve alteração.

Entre os fatores que limitaram os seus negócios, 44,3% apontam as restrições financeiras. Para 41,9% deles, há demanda insuficiente. E 12,4% indicaram falta de mão de obra.

Demanda por bens e serviços e dados sobre emprego

O levantamento revelou ainda que 34,2% dos comerciantes consideram que a procura por bens e serviços caiu ou caiu muito nos últimos três meses. Para outros 30,8%, houve aumento.

Quando o assunto é o quadro de funcionários, 17,9% dizem que o total de trabalhadores diminuiu, enquanto 12,9% afirmam o contingente de contratados caiu muito nos últimos três meses. Para 10,1% dos entrevistados, a situação ficou estável.

Inadimplência

Indagados sobre a inadimplência das empresas nos últimos três meses, houve aumento em relação à pesquisa anterior. Em julho, o percentual era de 50,6%. Em junho, de 49,8%. As inadimplentes ou muito inadimplentes somaram 29,4%. Na última sondagem, eram 30%.

Os principais gastos listados pelos entrevistados foram aluguel (33,2%), bancos comerciais (30,8%), tributos federais (29,7%), luz (27,6%) e fornecedores (25,9%).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos