Cresce para 10 o número de suspeitos presos pela chacina em Fortaleza

·1 min de leitura
Foto: Reprodução.
Foto: Reprodução.
  • O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) divulgou vídeos da chegada na delegacia de seis suspeitos da chacina ocorrida durante uma celebração de Natal em Fortaleza;

  • Harley Filho, diretor da DHPP, afirma que seis pistolas e dois kits roni foram apreendidos com alguns dos suspeitos;

  • Segundo a secretaria da Segurança Pública (SSPDS), dez pessoas foram presas até o momento.

Recentemente, o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) divulgou vídeos que mostram a ocasião da chegada na delegacia de seis suspeitos presos por se envolverem na chacina que matou seis pessoas no Bairro Sapiranga, em Fortaleza, no Ceará.

Segundo Harley Filho, diretor da DHPP, com alguns dos suspeitos foram apreendidas seis pistolas e dois kits roni, acessórios usados para transformarem as armas em submetralhadoras.

Leia também:

De acordo com a secretaria da Segurança Pública (SSPDS), dez indivíduos foram presos até o momento. No local da chacina, cinco pessoas morreram.

Seis foram socorridas do local para a unidade de saúde de Fortaleza. Contudo, uma não resistiu aos ferimentos. Enquanto isso, as outras quatro pessoas não tiveram o estado de saúde divulgado.

O diretor da DHPP afirma que entre as seis mortes confirmadas por órgãos de segurança, cinco eram homens, enquanto a vítima do hospital era mulher. Nenhuma pessoa teve idade ou identificação reveladas.

A chacina é a sétima cometida no Ceará em 2021, o que já resultou em 32 mortes causadas por esse tipo de crime.

No momento da tragédia, o grupo de vítimas estava celebrando o Natal em um campo de futebol, quando foi surpreendido pelos criminosos. 

Segundo Harley, algumas da pessoas presentes conseguiram escapar, enquanto outras foram baleadas.

Com informações do Portal G1.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos