Crescimento do emprego nos EUA acelera em junho; desemprego sobe para 5,9%

·1 minuto de leitura
Empregado em obra em Boston

Por Lucia Mutikani

WASHINGTON (Reuters) - O crescimento do emprego nos Estados Unidos acelerou em junho, à medida que empresas, desesperadas para aumentar a produção e os serviços em meio à crescente demanda, elevaram os salários e ofereceram incentivos para atrair milhões de norte-americanos desempregados relutantes de volta à força de trabalho.

Foram criadas 850 mil vagas de trabalho fora do setor agrícola no mês passado, depois de 583 mil em maio, informou o Departamento de Trabalho nesta sexta-feira, em seu relatório de empregos monitorado de perto. A taxa de desemprego subiu de 5,8% em maio para 5,9% em junho.

A taxa de desemprego foi subestimada por haver pessoas que se classificam erroneamente como "empregadas, mas ausentes do trabalho". Há um número recorde de 9,3 milhões de vagas abertas. Economistas consultados pela Reuters previam criação de 700 mil vagas de trabalho no mês passado e uma queda da taxa de desemprego para 5,7%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos