Cria da Rocinha, Jéssica Ellen foi faxineira e estudou em escola pública: 'Consegui mudar minha realidade'

Michael Sá
1 / 3

jessica-ellen3.jpg

Jéssica Ellen estudou em escola pública e quis ser professora de História

Jéssica Ellen emocionou logo no primeiro capítulo de "Amor de mãe", quando sua personagem, a professora de História Camila, dedicou seu diploma para a mãe Lurdes (Regina Casé), durante a formatura. Cantou na sala de aula "É", uma clássica crítica social de Gonzaguinha, e mostrou sua paixão por questionar e transformar o mundo.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

Qualquer semelhança com a vida da atriz e cantora de 27 anos, cria da Rocinha, não é mera coincidência. Jéssica é amiga da autora Manuela Dias, com quem trabalhou na série "Justiça", e serviu de inspiração para a filha adotiva da protagonista da nova novela das 9.

Filha de uma empregada doméstica, foi criada pelo seu Pai de Santo e longe do pai biológico, um paraibano evangélico que ela só reencontrou no ano passado. Estudou a vida inteira em escola pública e trabalhou como auxiliar de limpeza de um restaurante no Shopping Leblon. "Hoje vivo da arte, moro sozinha e consegui mudar um pouco a minha realidade, mas a da minha família, não", diz ela, defendendo que só uma educação de qualidade é capaz de transformar a realidade de muitos jovens brasileiros.

"O ensino público não tem o investimento que dever ter. Isso é um plano de governo, porque quando você tem pessoas que não pensam, você tem uma massa para poder manobrar mais. Tive a oportunidade de furar minha bolha, de estudar em outras lugares, de fazer outros cursos e começar a entender como funcionava. Existe uma tentativa de não olhar para essas crianças, de tentar te desqualificar. Só que se a gente não investe nessas crianças e adolescentes, a gente não está investindo no nosso futuro", reflete.

Na adolescência, Jéssica sofreu discriminação por causa dos cabelos, chegando a alisar os fios, e sonhou em ser professora de História, mais uma das coincidências com sua atual personagem.

"A Camila, assim como eu, acredita bastante na mudança através do investimento real na educação. Quando você tem o mínimo entendimento e qualquer mínima relação e alcance à informação, você amplia os seus olhares. Ela, assim como eu, acredita que pode empoderar através da educação e da arte", diz a atriz, acostumada a usar suas redes sociais para questionar temas importantes para a sociedade, como desigualdade e racismo.

"Antes de ser uma artista, sou uma cidadã. Como uma mulher preta, têm coisas que batem em mim e eu questiono. Racismo é uma doença, uma chaga da sociedade que todo mundo tem que olhar. Não é só o  preto que tem que falar sobre isso. Se existe gente sofrendo racismo, existe gente praticando. Então, eu questiono essas pessoas racistas, que não têm consciência das suas ações. Não é só ficar falando do sofrimento e da dor, isso a gente já sabe".

Curiosidades sobre Jéssica Ellen:

Nasceu e foi criada na Rocinha e tem três irmãos

Estudou na Escola municipal Joaquim Abílio Borges, no Humaitá

Reencontrou o pai biológico, um paraibano, anos depois

A mãe é empregada doméstica

Trabalhou como auxiliar de limpeza num restaurante no Leblon

Queria ser professora de História

Namora o ator Dan Ferreira, que também está em "Amor de mãe"

É cantora e lançou em 2018 o álbum "Sankofa", uma homenagem à sua família

Cantou com Elza Soares no Palco Sunset, no último Rock in Rio

Protagonizou o musical "Meu destino é ser star", com canções de Lulu Santos

Está no ar como a escrava Lucélia da série "Filhos da Pátria" e deixou os pelos das axilas crescerem para o papel

Foi uma das protagonistas da série "Justiça", em 2016

Interpretou a personagem Rita na 20ª temporada de "Malhação", em 2012

Viveu a lésbica Adele em 'Totalmente demais"

Luta pelo empoderamento feminino e a igualdade em geral e acredita que a educação é a chave para mudar o mundo

Fez teatro, dança e inglês em Ongs da comunidade

Ganhou 100% de bolsa para a faculdade de artes Artes Cênicas

Foi selecionada para um intercâmbio de dois meses na Inglaterra e na França

Foi a primeira da família a ingressar numa faculdade