Criança morre e outras duas ficam feridas ao serem atingidas por balas perdidas em comunidade de Queimados

·1 min de leitura

Uma criança morreu e outras duas ficaram feridas por tiros em Queimados, na Baixada Fluminense, no fim da tarde desta quinta-feira. De acordo com o portal "G1", a vítima fatal é Kevin Lucas dos Santos Silva, de 6 anos. Outras duas meninas, identificadas apenas como Gabriela, de 9 anos, e Ludmila, de 13, também foram atingidas por balas perdidas e socorridas para hospitais da região. Ainda não há informações sobre o estado de saúde das duas.

Procurada pelo EXTRA, a Polícia Militar informou que homens do 24º BPM (Queimados) faziam um patrulhamento na Estrada do Riachão, onde fica um dos acessos à comunidade da Torre, no bairro Inconfidência. Neste momento, segundo a corporação, criminosos que atuam na região atacaram os agentes.

A PM afirma ainda que a equipe desembarcou da viatura e "buscou abrigo", sem efetuar nenhum disparo. Quando os tiros pararam, os policiais foram procurados por moradores relatando que havia uma criança ferida na Rua Colombo. Kevin chegou a ser levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) mais próxima, mas não resistiu aos ferimentos.

Em seguida, ainda conforme o informado pela Polícia Militar, uma criança e uma adolescente deram entrada na mesma unidade. Posteriormente, Gabriela e Ludmila foram transferidas para o Hospital estadual Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, e para o Hospital Geral de Nova Iguaçu — ambos também na Baixada Fluminense.

O caso ficará a cargo da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF). Na nota, a PM afirmou que "está acompanhando e colaborando com as investigações da Polícia Civil". A corporação acrescentou ainda que deixou "à disposição, de forma voluntária, as armas dos policiais militares que estavam envolvidos na ocorrência".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos