Criança pode tomar dose contra Covid com outras vacinas em São Paulo

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Crianças a partir de 5 anos podem, a partir desta sexta-feira (15), tomar a vacina contra a Covid-19 junto com outros imunizantes do Calendário Nacional de Vacinação. Até então, era preciso esperar ao menos 15 dias. A Secretaria Municipal da Saúde diz que fez a mudança após recomendação do Ministério da Saúde.

Para Luiz Artur Vieira Caldeira, coordenador de Vigilância em Saúde da capital, a expectativa é que com essa nova regra haja ampliação da cobertura vacinal de outras doenças, uma vez que, quando a criança for imunizada contra a Covid, já poderá ter a carteirinha de vacinação atualizada.

Segundo boletim da Secretaria Municipal da Saúde desta sexta, 93,6% das crianças de 5 a 11 anos --pouco mais de 1 milhão de pessoas-- tomaram a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus. Com a segunda dose, o percentual é de 72,6% (786 mil crianças).

Além dos imunizantes do calendário de vacinação, crianças a partir de seis meses podem tomar a vacina contra a gripe.

Nesta sexta-feira, o Ministério da Saúde recomendou a imunização contra a Covid-19 para crianças de 3 a 5 anos com uso da Coronavac. Na quarta (13), a vacina foi aprovada para uso emergencial nesta faixa etária pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

A pasta federal orientou estados e municípios a utilizarem as doses em estoque e afirmou que está negociando a compra de mais unidades.

Em nota, a gestão Ricardo Nunes (MDB) afirmou que está aguardando doses do governo estadual, que faz a distribuição das vacinas aos municípios.

Na capital paulista, a prefeitura disse que há 314 mil crianças da nova faixa etária aptas a serem vacinadas. No estado, são cerca de 1,1 milhão de crianças.

Na quarta, o secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, afirmou que o Instituto Butantan, responsável pela Coronavac no Brasil, deverá importar a vacina da China, assim que o governo federal fizer a encomenda.

A Coronavac não é produzida no Butantan desde outubro de 2021, quando o instituto enviou 110 milhões de doses ao Ministério da Saúde.

Questionado sobre os motivos para não definir se voltará a fabricar Coronavac no Brasil, o Butantan disse nesta quinta que é preciso antes saber qual vai ser a demanda.

*

VEJA ONDE TOMAR VACINA NESTE FIM DE SEMANA

Sábado (16)

7h às 19h

AMAs/UBSs integradas



Domingo (17 )

8h às 16h

Parques

Buenos Aires (centro)

Severo Gomes (zona sul)

Carmo (zona leste)

Ceret (zona leste)

Juventude (zona norte)

Avenida Paulista

Número 52

Número 995 (apenas Covid-19)

Qual vacina tomar

5 a 11 anos: 1º e 2ª doses

12 a 34 anos: 1ª, 2ª e 3ª doses

A partir de 35 anos: 1ª, 2ª, 3ª e 4ª doses

Pessoas com alto grau de imunossupressão com 40 anos ou mais podem tomar a 5ª dose (ou terceira de reforço)

*Para as doses de reforço é preciso um intervalo mínimo de 4 meses para a dose anterior

Outras vacinas disponíveis

Tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola)

Tetraviral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela)

BCG

Pentavalente

Vacina inativada poliomielite (VIP)

Vacina oral poliomielite (VOP)

Pneumo 10

Rotavírus

Meningo C

Meningo ACWY

Varicela

Hepatites A e B

Febre amarela

DTP (difteria, tétano e coqueluche)

Dupla adulto

HPV

Pneumo 23

Gripe

Fonte: Secretaria Municipal da Saúde

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos