Criança autista vive quase duas semanas com o cadáver da mãe em MG

Criança ficou quase duas semanas morando com o cadáver da mãe (MICHAEL DANTAS/AFP via Getty Images)
Criança ficou quase duas semanas morando com o cadáver da mãe (MICHAEL DANTAS/AFP via Getty Images)
  • Criança viveu quase duas semanas sozinha, após a morte da mãe

  • Suspeita é de que a mulher tenha sofrido um infarto

  • Garoto alimentou-se com o que encontrou em casa

Uma criança de 6 anos ficou quase duas semanas vivendo com o cadáver da mãe após ela falecer em São Sebastião do Paraíso, Minas Gerais. O caso só foi descoberto nesta segunda-feira (16).

De acordo com o G1, a Polícia Civil explicou que familiares da vítima, identificada como Ana Paula, estranharam o sumiço dela e foram à casa onde a mulher vivia.

Eles encontraram o portão trancado, arrombaram a estrutura e localizaram o corpo da vítima na residência.

O filho dela, que é autista, estava na cozinha e não soube explicar o que havia acontecido. Durante o período em que viveu sozinho, após a morte da mãe, ele alimentou-se com o que havia na casa.

Mulher deve ter infartado

A suspeita é de que Ana Paula tenha sofrido um infarto e não resistido. De acordo com o estado de decomposição do corpo, o falecimento deve ter ocorrido há cerca de duas semanas.

O corpo da vítima foi sepultado na manhã desta quarta-feira (18).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos