“Criança com deficiência contribui mais para educação do que você”, diz filha de Romário a ministro

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Ivy fez duras críticas ao ministro da Educação - Foto: Reprodução/Instagram
Ivy fez duras críticas ao ministro da Educação - Foto: Reprodução/Instagram
  • Ivy Faria criticou o ministro da Educação, Milton Ribeiro, por sua declaração sobre crianças com deficiência

  • A garota, que tem síndrome de Down, contou sua rotina em uma escola regular

  • Seu pai, o senador Romário, já havia disparado contra o ministro da Educação

Filha do senador Romário (PL-RJ), Ivy Faria seguiu o exemplo do pai e disparou contra o ministro da Educação, Milton Ribeiro, nesta quarta-feira. Ela criticou o chefe da pasta pela declaração dada na semana passada, na qual considerou que alunos com deficiência “atrapalharem, entre aspas,” o aprendizado de outras crianças.

Ivy, que tem síndrome de Down, escreveu uma carta aberta ao ministro em seu Instagram. A garota de 16 anos considerou que “faltou educação” a Milton Ribeiro na declaração e contou como é sua própria rotina em uma escola regular.

Leia também:

“Eu estudo para ter um futuro e ajudar o meu país. Eu não atrapalho ninguém. Frequento uma escola regular, onde há jovens com e sem deficiência, cada um aprende no seu tempo, ninguém é igual.”, escreveu a adolescente, que rebateu a opinião do ministro.

“A minha presença, e a de outras pessoas com deficiência, não é ruim, muito pelo contrário, desde a escola, meus coleguinhas aprendem uma lição que parece que o Sr. não teve a oportunidade de aprender, que a diversidade faz parte da natureza humana e isso é uma riqueza.”

Romário já havia disparado contra Milton Ribeiro - Foto: Reuters/Ueslei Marcelino
Romário já havia disparado contra Milton Ribeiro - Foto: Reuters/Ueslei Marcelino

A declaração de Milton Ribeiro foi dada à TV Brasil no último dia 9. Em entrevista, ele afirmou que quando uma criança com deficiência é incluída em uma sala de aula com educação regular, ela “não aprende” e “atrapalha, entre aspas”, os outros alunos.

“Seu Ministro, uma criança com deficiência em sala de aula contribui mais com a educação deste país do que o senhor neste ministério”, resumiu Ivy.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Romário trocou farpas com ministro

Também pelas redes sociais, Romário já havia disparado contra Milton Ribeiro e considerou que “somente uma pessoa privada de inteligência, aqueles que chamamos de imbecil, pode soltar uma frase como essa”.

“Elas existem aos montes, mas não esperamos que estes ocupem o lugar de ministro da Educação de um país”, escreveu no Twitter. “O ministro da Educação faltou a muitas aulas, deixando a imbecilidade tomar o lugar da inteligência e da humanidade.”

A manifestação foi rebatida pelo ministro, que a considerou “deselegante”. O ministro afirmou que sua declaração foi “tirada de contexto”.

Nesta terça-feira, Romário voltou a criticar Milton. “Sr. ministro, deselegância, imbecilidade e idiotice é o que o senhor vem fazendo com a educação do nosso País. Toma vergonha na cara”, escreveu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos