Criança de 4 anos atira em policiais ao ver o pai sendo preso

Criança atira contra policiais nos EUA - Foto: Getty Images
Criança atira contra policiais nos EUA - Foto: Getty Images
  • Criança atira em policiais durante abordagem que terminou com a prisão do pai dela

  • Um vídeo registrado por policiais de Utah mostrou o momento do incidente

  • Investigação concluiu que o pai ordenou que a criança disparasse contra os agentes

Uma criança de apenas 4 anos disparou contra policiais ao ver o pai sendo detido pelos agentes em Utah, nos Estados Unidos. Apesar do tiro, ninguém ficou ferido.

O episódio aconteceu em fevereiro, mas foi revelado nos últimos dias após a divulgação de imagens da câmera corporal utilizada por um dos policiais.

As imagens mostram os agentes retirando um homem de 27 anos de dentro de um veículo. Enquanto imobilizam o suspeito, um disparo é ouvido.

Imediatamente, um dos agentes exige que a criança solte a arma. Depois, uma policial ajuda o garoto e sua irmã a saírem de dentro do carro.

A agente ainda tenta tranquilizar as crianças, que choram bastante. “Está tudo bem. Está tudo bem”, diz.

De acordo com informações da imprensa local, o homem preso foi identificado como Sadaat Johnson. Ele teria ameaçado funcionários de um drive-thru do McDonald’s com um revólver após notar que seu pedido estava errado.

Disparou foi incentivado pelo pai

A investigação da polícia local concluiu que Sadaat havia instruído seu filho a atirar nos agentes durante a abordagem.

A criança justificou o disparo afirmando que agiu “porque queria seu pai de volta”.

“Ter um adulto pensando que não há problema em encorajar uma criança de 4 anos a sacar uma arma de fogo e atirar na polícia ilustra como a campanha contra a polícia ficou fora de controle”, disse a xerife Rosie Rivera.

Após ser detido, Saadat passou a responder pelos crimes de abuso infantil, agressão agravada e interferência com policial.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos