Criança de 5 anos entra em coma alcoólico após ingerir álcool em escola de SP

Criança de 5 anos chegou da escola com sinais de embriaguez e entrou em coma alcoólico. (Foto: Getty Images)
Criança de 5 anos chegou da escola com sinais de embriaguez e entrou em coma alcoólico. (Foto: Getty Images)

Uma menina de cinco anos deu entrada no Hospital Santa Clara, na Zona Leste de São Paulo, em coma alcoólico após ingerir álcool em uma escola localizada no bairro da Vila Matilde, nesta segunda-feira (4). A Polícia Militar foi chamada para atender a ocorrência no hospital.

A criança precisou passar por uma lavagem estomacal na tentativa de limpar o interior do estômago para retirar o conteúdo, no caso, o álcool, que ainda não havia sido absorvido pelo organismo. Não foi informado que tipo de álcool a criança teve acesso: se foi proveniente de produto de limpeza ou bebida alcoólica.

Segundo a PM, a criança começou a passar mal à tarde na escola, momento em que os funcionários do local ligaram para a família e pediram para que a buscassem. Ao chegar em casa, os pais da menina notaram que ela estava com um comportamento estranho, “cambaleando” e chegou até a vomitar.

Ela estuda na Emei (Escola Municipal de Ensino Infantil) Professora Neusa Conceição Stinchi, localizada na Praça Coronel Ezequiel, também na Zona Leste.

A diretora da escola foi chamada à delegacia para prestar esclarecimentos. A polícia quer entender em quais circunstâncias a criança conseguiu ter acesso à bebida.

A Prefeitura de São Paulo informou que "a Diretoria Regional de Educação (DRE) abriu apuração preliminar diante da gravidade das informações disponíveis até o momento".

A administração municipal disse ainda que a Secretaria Municipal de Educação está à disposição dos pais da criança.

Os responsáveis pela escola e os pais da criança foram ouvidos no 65º DP. Procurada, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) ainda não se manifestou sobre a ocorrência.

Depois de passar um tempo desacordada e ter feito o procedimento de lavagem estomacal, a menina recuperou os sentidos, mas segue internada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos