Criança de 9 anos envia vídeo à polícia e salva avó de agressões do ex-marido em GO

·1 min de leitura
Mensagens enviadas pelo garoto à polícia - Foto: Divulgação/ROMU
Mensagens enviadas pelo garoto à polícia - Foto: Divulgação/ROMU
  • Garoto enviou vídeo da avó sendo agredida pelo ex-marido em Goiânia

  • Polícia agiu rapidamente e conseguiu interromper o ataque

  • O suspeito foi encaminhado à delegacia e está detido

Um garoto de apenas 9 anos conseguiu salvar a avó das agressões do ex-marido, em Goiânia, por meio de mensagens enviadas à polícia. As informações são da TV Anhanguera.

Comandante da Ronda Ostensiva Municipal (Romu), Vagner Rodrigues relatou que a criança enviou um pequeno vídeo mostrando o suspeito xingando a avó. Depois, mandou a localização e um áudio explicando o endereço da casa.

Por fim, o menino ainda relatou aos policiais como estavam acontecendo as agressões. "Começou a bater devagar, depois bem forte. Ele pegou a faca e começou a ameaçar minha prima também."

Rodrigues contou que a ação da polícia foi rápida, uma vez que uma equipe da Romu estava próxima ao local, no Setor Água Branca. Os agentes se dirigiram à casa e encontraram o homem, de 44 anos, com uma faca em mãos e agredindo a mulher, de 49.

“Ele (o menino) estava muito nervoso, mas é bastante inteligente. A gente viu a mensagem e ligou, ele explicou que a avó estava sendo ameaçada com uma faca e pedimos para que ele ficasse escondido até a nossa chegada”, disse o comandante.

Suspeito foi detido e levado à delegacia

O suspeito foi preso em flagrante e levado à Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam). Segundo a polícia, o rapaz não aceitava a separação da esposa, ocorrida há seis meses.

“A mulher estava com bastante hematomas no corpo. Ela relatou ainda à equipe que tem um deslocamento de retina por causa de outra agressão que havia sofrido dele três semanas atrás”, contou Rodrigues.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos